Moysés Azevedo: “Deus quer mais, e esse mais passa pela oferta da sua vida”

Na tarde do dia 9 de Julho, toda missão, Comunidade de Vida e de Aliança, e Obra de Fortaleza, reuniram-se no Ginásio Paulo Sarasate para comemorar o aniversário de 35 anos da Comunidade Católica Shalom. O fundador e moderador geral da Comunidade, Moysés Azevedo, conduziu um momento de pregação sobre o tema “Consolidar no Carisma”.

Moysés recordou o início da Comunidade, falou de como era sua vida antes de ter uma experiência com o amor de Deus e como ela foi transformada a partir da ação do Espírito Santo.  “No meu coração e na minha alma nascia um novo gosto. Fui devorando o Evangelho, queria viver o Evangelho pela raiz, a radicalidade evangélica.”, disse o fundador.

Citando o Evangelho de São Marcos 8,34-35, onde Jesus fala que quem quiser perder a sua vida por amor a Ele ganhará a vida Plena, Moysés declarou: “Eu descobri que, para mim, a felicidade é Cristo. Tudo posso perder em função do Bem Supremo, Jesus Cristo, nosso Senhor”.  Diante dessa realidade, ele afirmou que não se pode guardar essa descoberta somente para si e da importância de clamar o auxílio do Espírito Santo para ofertar sua vida na totalidade, saindo do seu próprio comodismo e indo ao encontro da humanidade que sofre.

O Moderador Geral prosseguiu falando sobre o que é ser Shalom. “Ser Shalom é na fila do ofertório. Ser Shalom não é um conceito. Ser Shalom é a vida de Cristo ofertada. Ser Shalom é entrar nessa fila do ofertório para perder-se por Cristo, com Cristo e em Cristo. Como está a qualidade da oferta da sua vida?”.

Por fim, Moysés disse: “a nossa oferta é em favor da humanidade ferida. Abra os seus olhos: há uma humanidade que padece. O mundo necessita de mártires. As pessoas só vão mudar quando olharem a qualidade da oferta da sua vida e sentirem em você o cheiro da oferta de Cristo. Deus quer mais! Muito mais! E esse mais passa pela oferta da minha vida e da sua vida. Deus quer gerar um povo em movimento que se oferta até os confins da Terra”.

A pregação foi procedida de uma homenagem realizada pelo projeto artes para Moysés e Emmir Nogueira. Ambos receberam do padre Silvio Scopel, assistente local da missão de Fortaleza, uma placa comemorativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *