Recife celebra os 35 anos da Comunidade Shalom

 “A palavra mágica, chave, fundante, determinante, palavra que eu quero deixar para os 35 anos da Comunidade Shalom, a palavra pertinente para esse momento é a palavra ’pequeninos’”, disse Padre Fábio Farias em sua homilia na Missa celebrada em ação de graças pelos 35 anos da Comunidade. Foi uma celebração cheia de emoção realizada na Catedral Sé de Olinda, no último domingo (9).
Padre Fábio disse aos presentes que assim como fala o Evangelho, todos devem permanecer pequeninos.  “A maior tentação que a comunidade Shalom pode ter hoje, na Igreja, é a tentação de por causa 35 anos, entrar na mentalidade dos sábios, e não na mentalidade dos pequeninos. Somente quando os membros se tornam pequenos para compreender a grandeza de Deus podem com ousadia e fé evangelizar os outros. Pequenez, pequeninos, no contexto bíblico do grego significa: ‘calar a boca’. Silêncio, para compreender o que é de Deus”, disse o sacerdote, fazendo uma alusão também ao artigo 57 dos Estatutos Shalom.
“Hoje, em nome da Igreja, quero dizer a comunidade Shalom que está aqui em Recife, o caminho é a pequenez. Trinta e cinco anos, e continuem pequenos”, exortou. O padre concluiu a homilia convidando a comunidade para transmitir os mistérios de Deus com “humildade e a transmitir ao mundo barulhento, soberbo, egoísta e orgulhoso, a simplicidade dos mistérios de Deus”.
Shalom para sempre
 “Somos pequenos, os mais pobres, mas que Deus realiza maravilhas em nós, e quer continuar essas maravilhas. Shalom para sempre! Shalom para eternidade, para sempre”, disse em tom comovido, o  Marcos José Campos, responsável local da Missão, no final da celebração.
Marcos parabenizou a todos e agradeceu a presença na celebração. “Parabéns a todos nós! Quero agradecer a Deus, agradecer as pessoas que vieram, aos amigos de outras comunidades que estão aqui, muito obrigado pela presença. Nessa semana onde nós celebramos a semana da vocação, gratidão a Deus. Gratidão pelo sim dele a nós, pela sua misericórdia que é eterna”.
“Vamos juntos para o céu. Vamos juntos, consolados hoje, consolar os irmãos. Vamos juntos viver o que Deus nos chamou a viver. Em vista do homem, em favor da Igreja, unidos por Cristo, com Cristo e em Cristo. Que Deus nos dê cada dia mais esse desejo de viver o nosso carisma”, finalizou.
Após a missa todos cantaram parabéns e houve um momento de confraternização no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *