Reconhecimento Pontifício

Reconhecimento

O Reconhecimento Canônico de uma associação significa que a respectiva autoridade eclesial tomou conhecimento oficial da existência de uma associação de fiéis, através dos Estatutos que lhe foram apresentados (cf. can299§3). Esta autoridade verifica se o conteúdo está em conformidade com a doutrina, a disciplina e a integridade dos costumes e se pronuncia sobre a autenticidade cristã-eclesial ou não desta associação. Em caso positivo, os estatutos são reconhecidos (ou aprovados) e a associação é oficialmente acolhida pela Igreja como um dom.

Reconhecimento pontifício a nível diocesano

1998: Os Estatutos da Comunidade Católica Shalom são aprovados pelo então arcebispo de Fortaleza, Dom Claudio Humes obtendo assim o reconhecimento canônico ad experimentum por sete anos a nível diocesano como “Associação Privada de Fiéis Leigos”.

Reconhecimento canônico a nível pontifício 

OR070313120321_274979.JPG2004: A Comunidade Shalom apresenta seus Estatutos ao Pontifico Conselho para os Leigos, órgão encarregado da missão e vida dos leigos na Igreja para análise das diversas instâncias e dicastérios do Vaticano.

2007: Assinatura do decreto de aprovação dos Estatutos pela Santa Sé, dia 22 de fevereiro. A Comunidade recebe o reconhecimento como Associação Privada Internacional de Fiéis, a nível pontifício, em período ad experimentum.

2012: Em 22 de fevereiro de 2012, com o fim do período  ad experimentum, o Pontifício Conselho para os Leigos decreta a confirmação do reconhecimento da Comunidade Católica Shalom como Associação Privada Internacional de Fiéis e a aprovação definitiva dos seus Estatutos.

 

 

Leia mais