Shalom estreita laços em vista de uma possível colaboração missionária na Suécia

Na noite desta quarta-feira, 14, na sede do Escritório Internacional da Comunidade Shalom, em Roma, ocorreu um momento de partilha e jantar com o fundador da Comunidade, Moysés Azevedo, e com o Bispo de Estocolmo, Suécia, Mons. Anders Arborelius, que será feito Cardeal no próximo dia 29 de junho pelo Papa Francisco.
No Consistório dos próximos dias 28 e 29 de junho,  5 bispos de várias “periferias do mundo”, de áreas geográficas em que a Igreja normalmente não nomeou cardeais ao longo da história, serão “criados” cardeais pelo Papa Francisco. Um deles é o Bispo de Estocolmo, única diocese deste importante país escandinavo, a Suécia.

Mons. Arborelius é o primeiro bispo de origem sueca em Estocolmo desde o período da Reforma Protestante. Em jovem idade, convertido do luteranismo, foi atraído à Igreja Católica e à Espiritualidade católica através da leitura das Obras de Santa Teresinha do Menino Jesus e dos místicos do Carmelo. Fez-se religioso carmelita e foi ordenado sacerdote. Fez estudos na Bélgica e em Roma. É bispo de Estocolmo há 19 anos e será o primeiro Cardeal sueco na história da Igreja.
Desde o ano passado, Mons. Arborelius amadurece junto à Comunidade Shalom as vias através das quais o Carisma da Comunidade e sua ação evangelizadora podem estar a serviço da Igreja da Suécia, sobretudo em vista de um apostolado dedicado à juventude.

O fundador da Comunidade Shalom, Moysés Azevedo, tem tido contato com o “neo-cardeal” através das assembleias do então “Pontifício Conselho para os Leigos”, no Vaticano. No ano passado, a Assistência Internacional da Comunidade fez uma visita a Estocolmo, e a partir deste primeiro encontro na Suécia, tem-se caminhado para um discernimento sobre a presença e colaboração missionária da Comunidade na Escandinávia.

Assistência Internacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *