Pexels
Formação

10 virtudes de um só ato de mortificação

“A virtude tem tanto mais mérito, mais brilha e mais arrebata quanto mais acompanhada de sacrifícios”, diz Santo Antônio Maria Claret.

Em seus exercícios espirituais, chegou à conclusão de que, em um só ato de mortificação, podem-se praticar muitas virtudes, segundo os mais diversos fins a que a pessoa se propõe. Por exemplo:

  1. O que mortifica seu corpo com a finalidade de refrear a concupiscência, faz um ato de virtude da temperança.
  2. Se o faz com a finalidade de ordenar bem a vida, será um ato de virtude da prudência.
  3. Se o faz com a finalidade de reparação por faltas cometidas, realizará um ato de justiça.
  4. Se o faz para vencer as dificuldades da vida espiritual, será um ato de fortaleza.
  5. Se o faz com a finalidade de oferecer um sacrifício a Deus, privando-se do que lhe agrada e praticando o que lhe custa e repugna, será um ato da virtude da religião.
  6. Se o faz com a finalidade de receber maior luz para conhecer os divinos atributos, será um ato de fé.
  7. Se o faz com a finalidade de assegurar sua salvação, será um ato de esperança.
  8. Se o faz com a finalidade de ajudar à conversão dos pecadores e em sufrágio das almas do purgatório, será um ato de caridade para com o próximo.
  9. Se o faz com a finalidade de ter mais com que socorrer os pobres, será um ato da virtude da misericórdia.
  10. Se o faz com a finalidade de agradar mais a Deus, será um ato de amor a Deus

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Creio que esta frase poderia ser refeita, pois traz uma compreensão incorreta quanto a “vidas passadas”.
    “Se o faz com a finalidade de reparação por faltas da vida passada, realizará um ato de justiça.”