Formação

4 passos simples para planejar as metas de 2019

Bem planejar, para bem corresponder a vontade de Deus.

Estamos no último mês do ano… “E o que você fez?” – Alguns passaram o ano todo dizendo “vou fazer” e não fizeram, e depois proclamaram a famosa frase: “eu não tive tempo”. Uns conseguiram muitas coisas, e outros, não o que realmente queriam. Mas, para todos nós, o tempo agora é o mesmo: é hora de planejar!

Fazer um planejamento pessoal – seja ele anual ou semestral – não é coisa só de empreendedor. Se você quer realmente chegar a algum lugar, e, conquistar algum objetivo concreto, é preciso planejar. Viver de surpresas a todo tempo não é possível, e planejar é uma necessidade. O planejamento é uma forma de visualizar suas metas de vida, estabelecer um roteiro do que você fará no próximo período e traçar caminhos e prazos de ação. E, aqui há uma premissa máxima de onde deve partir todo planejamento, que é viver a vontade de Deus acima de tudo.

Nosso ponto de partida é o cumprimento da vontade de Deus, porque fora disso não seremos felizes. Na lógica evangélica, não planejamos para o sucesso, planejamos para viver a fidelidade com aquilo que Deus quer para nós. Quanto mais próximo da vontade de Deus, mais claro fica o planejamento.

Casar, viajar, mudar de carreira, viver a Reciclagem… Tudo isso, e outras coisas são orientadas num bom planejamento, onde não excluímos a experiência do sobrenatural, não eliminamos os mistérios de Deus e suas surpresas, mas nos abrimos a sua condução concreta que nos aponta aonde realmente devemos estar, e por onde devemos seguir.

Planejar não é limitar-se, mas é reconhecer até onde você pode ir, e como chegar lá sob a óptica da oração… Para ficar mais claro, vamos resumir um pequeno caminho de construção de um planejamento. Esse realmente é um pequeno caminho, há diversas formas de construir um planejamento, aqui apontaremos sobre do que ele é composto…

  1. Revisando… Primeiro, pare e faça uma revisão de vida de como foi seu 2018. Em que você cresceu? Quais sonhos se tornaram concretos? O que não aconteceu? Faltou comprometimento da minha parte? Tendo revisado, faça uma lista e em seguida um discernimento daquilo que deve seguir para o próximo ano. 
  1. Enfim, como começar a planejar? Outra coisa não seria, senão, começar a planejar a partir da escuta da vontade de Deus. É claro que Deus não vai te dar uma lista pronta de coisas a viver em 2019! Então, em sua oração pessoal, leve a Deus suas metas para o próximo ano. Partilhe também com seu acompanhador pessoal… Analise: O que é a vontade de Deus para você? Como você quer viver a vontade de Deus no próximo ano? Como você quer viver a vontade de Deus nos próximos 12 meses? E assim, defina metas.


    Exemplo: 
    Meta 1 – Começar uma pós-graduação / Meta 2 – Viagem para Roma / Meta 3 – Comprar um carro (…) 

  1. Como encaro essas metas? Tendo escutado a Deus e visto o que convém viver no próximo ano, analise como você encara esses objetivos. Determine as prioridades, e perceba como você vai lidar com isso no dia a dia. O planejamento para funcionar bem, precisa ter seus traços, seu ritmo, sua identidade e sua determinação. Ele é o que Deus sonha para você, e que você quer realizar com Deus. Encarando-o dessa forma, faça o comprometimento tornar-se concreto. 
  1. Agora planeje caminhos! Se você sempre quis alguma coisa e ela não funcionou, possivelmente faltou o planejamento. Quando você planeja, você não fica em situações vulneráveis, como, por exemplo, financiar um carro sem condições de pagar as parcelas. Então, saiba aonde você quer chegar, e defina o caminho para isso… Planejar é ferramenta de quem decide dar passos firmes e crescer.


    Exemplo: Meta 1 – Começar uma pós-graduação: 
    1.1 – Analisar quantos % do meu salário pode ser destinado a isso / 1.2 – Consultar cursos: custo x qualidade / 1.3 – Fazer matrícula / 1.4 – Programar na agenda os dias da semana para estudos (…)

    Perceba essa diferença: no planejamento eu determino minhas metas, dou a cada meta um caminho, e a cada caminho um prazo para cumprir. O planejamento não é uma lista de eventos que ocorrerão em 2019, os eventos nós anotamos na agenda.

    Exemplo: Meta 1 – Começar uma pós-graduação: 1.1 – Analisar quantos % do meu salário podem ser destinados a isso (30/11/2018 a 20/12/2018) / 1.2 – Consultar escolas: custo x qualidade (10/01/2019 a 30/01/2019) / 1.3 – Fazer matrícula  (Fevereiro, 2019) / 1.4 – Organizar agenda de estudos e começar a estudar (Fevereiro, 2019).

Pronto! Agora é só agir conforme os prazos!

Planejar é fazer o certo, confiar no caminho a trilhar: confiamos num caminho traçado. Não é prever o futuro, isso, não conseguimos. Mas, é traçá-lo a luz da vontade de Deus. Não colocar a cabeça nas nuvens, mas fixar os pés no chão e lançar o coração ao alto. Tendo detalhado o seu caminho, siga-o. Comprometa-se com as datas que você deu a si mesmo. Se quisermos viver a vontade de Deus precisamos nos determinar e nos comprometer.

Larissa Sassi


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *