Shalom

Oficina Viva narra com música estória de sobrevivente do massacre de Ruanda

Ziza Fernandes e alunos da Oficina Viva estreiam o espetáculo “Immaculée – Ela sobreviveu para contar”, no dia 20 de novembro. Trata-se da quinta edição do Show Viva, uma série de musicais realizados pela Oficina Viva a cada final de ano. O espetáculo conta a história de Immaculée Ilibagiza, ruandesa que sobreviveu à perseguição de 1994 graças a sua força e determinação.  

A história de como essa mulher escapou do massacre, e de como foi capaz de transformar essa experiência em uma mensagem de esperança, força e perdão está no centro da estória que a Oficina Viva contará através de um repertório que compreende clássicos da MPB, música africana e americana. A inspiração vem do livro “Sobrevivi para Contar”, de Immaculée Ilibaziga e Steve Erwin no qual ela conta em detalhes os momentos de medo, dificuldade e angústia vividos pela personagem.

“Há anos esse livro faz parte das leituras de quem participa das Oficinas. Acabou sendo uma escolha natural em um momento em que revivemos outro massacre na Síria e vemos, mesmo entre nós, o ódio crescer por discordâncias políticas ou opiniões”, explica Ziza Fernandes que, pelo quinto ano, assina a criação e direção geral do musical que tem direção musical de Janaine Pavani.

Esse ano, além do Rio, São Paulo e São José dos Campos receberão o musical que contará com diferentes participações especiais ao longo das apresentações. Na capital carioca, já foram confirmados nomes como Adriana Arydes e o cantor Davidson Silva.

No  Rio de Janeiro, haverá apresentação em duas sessões no Teatro Bangú Shopping, às 17h 30 e às 20h.

Ingressos: www.oficinavivaproducoes.com/immaculee


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *