Shalom

7 momentos marcantes da vocação Shalom em Brasília

Há exatos 18 anos, a vocação Shalom tocava pela primeira vez o solo do Planalto Central. Seis missionários da Comunidade de Vida, de tau no peito e corações entusiasmados de amor pela evangelização, pisaram nesta terra incumbidos da missão de difundir o Shalom do Pai no Distrito Federal. Em 18 anos, o Shalom Brasília cresceu, recebeu missionários de tantos cantos do Brasil, enviou outros em missão, viu crescer famílias, sediou eventos nacionais, e em tudo contemplou a misericórdia e providência de Deus. Na semana em que comemoramos os 59 anos de Brasília e os 18 anos da Missão Shalom na cidade, relembre sete momentos marcantes da história da vocação na capital do país até aqui:

1- Inauguração da primeira lanchonete em Brasília

O ano era 2002, seis missionários da Comunidade de Vida e 20 pessoas na Obra sonhavam inaugurar a primeira lanchonete para evangelizar em Brasília, afinal, foi exatamente assim que a Comunidade Shalom nasceu em 1982, em Fortaleza. Reunidos, eles buscavam meios para concretizar a obra, mas os recursos eram escassos e não tinham de onde tirar o dinheiro para custear o aluguel, equipamentos e eletrodomésticos necessários ao funcionamento de uma lanchonete. O projeto só foi possível após se abandonarem na providência de Deus. Foi por meio das mãos de um benfeitor que a lanchonete deu seu primeiro passo. “Uma pessoa muito bondosa alugou uma loja de esquina na 201 Norte e pagou os seis primeiros meses de aluguel. Um outro irmão também surgiu e nos deu toda a louça, copos, pratos, talheres, chapa, freezer, tudo do melhor para que a lanchonete funcionasse. Foi a providência de Deus”, relembra, emocionada, Luciane Moreschi Mariano, uma das primeiras consagradas da Comunidade de Aliança em Brasília e que viveu intensamente os primórdios da missão na cidade. 
 
Em 2002, o Shalom Brasília ganhou, de fato, o primeiro Centro de Evangelização, no Conic. Nesse segundo momento, os irmãos que participavam da Obra também contaram com a providência de Deus, dessa vez um benfeitor fez a doação de todas as divisórias para as salas do Centro de Evangelização.

2 – Adoração Perpétua

“Louvor e adoração são as formas mais plenas de, na oração, transbordar este Amor Esponsal a Jesus, pois a gratidão é a única linguagem que estas almas sabem falar” (Escrito Amor Esponsal, 19). Em 2014, a missão de Brasília já tinha um corpo mais expressivo, mas Deus pedia mais. A Comunidade já estava há 12 anos na cidade, quando o Senhor começou a falar aos irmãos do Conselho Diretor que queria um povo adorador, e a moção se repetia reunião após reunião das autoridades da comunidade. Não era possível resistir. A Instituição da Adoração Perpétua entrou no Planejamento Estratégico do ano e o Santíssimo Sacramento foi entronizado na capela de adoração do Centro de Evangelização da Asa Sul.

3 – Expansão da Missão para Taguatinga e Santa Maria

No dia 27 de novembro de 2014, a Missão Brasília inaugurava o segundo Centro de Evangelização Shalom, na Estrada Parque Taguatinga Guará (EPTG). Hoje, quase cinco anos depois e em novo endereço na cidade, podemos ver muitos frutos do carisma em Taguatinga, com grupos de oração, missas, Projeto Juventude Para Jesus (PJJ) e outras atividades e eventos realizados pela Comunidade. Em setembro de 2018, foi a vez da cidade de Santa Maria ser alcançada pela providência Deus e também ganhar um Centro de Evangelização Shalom, o terceiro no DF. Além dos dois Centros de Evangelização, o carisma também alcança outras cidades com irradiações no Distrito Federal e Entorno, entre elas Ceilândia, Sobradinho e Águas Lindas de Goiás.

4- Primeiro Capital da Paz

Inspirado no Halleluya, festival internacional que reúne mais de um milhão de pessoas em cinco dias de evento em Fortaleza (CE), a Comunidade Shalom promoveu o Capital da Paz nos anos de 2015 e 2016 em Brasília. Na primeira edição do evento, mais de 8 mil pessoas participaram dos shows e atividades culturais no Parque Ana Lídia, no Parque da Cidade. Mas a presença ilustre ficou por conta de Moysés Azevedo. A pregação e a adoração, conduzidas pelo fundador da Comunidade Shalom, contagiaram os jovens, que se espremeram em frente ao palco para viver o momento de oração. Nem a chuva daquela noite foi capaz de esfriar o fervor dos jovens que participaram do Capital da Paz.

5- A páscoa dos irmãos

A páscoa dos irmãos que ajudaram, com a vivência do carisma, a difundir a Obra na cidade também marcou a missão nesses 18 anos. Em julho de 2014, o Shalom Brasília perde uma irmã na terra e ganha uma intercessora no céu. Paloma Guimarães foi a primeira consagrada da Comunidade de Aliança a fazer sua páscoa. Ela lutou bravamente contra um câncer, que nos últimos dias já a impedia de exercer algumas atividades, mas apesar de sua saúde frágil, foi sinal de graça para todos os irmãos ao participar de sua última reciclagem, mesmo debilitada pelo câncer, demonstrando o seu amor e oferta, de fato reais. Para os irmãos que conviveram com Paloma, esse foi um tempo muito forte para a Comunidade, por que apesar da dor e sofrimento que acompanham o câncer, foi também um tempo fecundo e de consolo divino.

6- CJS Brasília

Em 2016, Brasília foi o palco do Congresso de Jovens Shalom (CJS). 6 mil jovens do Brasil e exterior se reuniram no coração do Brasil em três dias de evento sob o tema proposto pelo Papa Francisco. “Felizes os misericordiosos porque alcançarão misericórdia”. Filipe Diniz, na época coordenador do Projeto Juventude para Jesus na cidade, falou da alegria e da graça que foi sediar o evento. “Foi um grande presente de Deus e resposta para este tempo em que o próprio Cristo manifestou sua providência e eleição, não por merecimento, mas por misericórdia”. O CJS ficou marcado na história da missão de Brasília.

7- Jubileu do Centro de Formação

Outra graça que o Shalom Brasília teve nesses 18 anos de missão na capital do país foi celebrar nacionalmente o Jubileu do Centro de Formação, em 2012, com a presença da co-fundadora da comunidade Emmir Nogueira. Nos 25 anos da escola de formação, o tema escolhido foi “Com as lâmpadas em chamas”. Coordenadores dos Centros de Formação de todo o Brasil se reuniram na cidade em para rezar sobre os estados de vida em favor da nova evangelização.

 

Por Hellen Leite


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *