Shalom

A Igreja precisa de você, né Clarisse?

As futuras gerações poderão olhar para a Igreja do Ressuscitado que passou pela Cruz, e ver a fé dos mais antigos, a fé dos seus pais, dos seus avós, e crer que para Deus nada é impossível.

“Se você pudesse construir algo, o que construiria?”. Essa pergunta foi feita para um grupo de crianças e as respostas foram surpreendentes, assista ao vídeo disponível no final desta matéria e se encante com esses pequenos. Agora a pergunta é dirigida para você leitor: já parou para pensar que toda construção traz em si uma intenção? A Comunidade Católica Shalom constrói, hoje, a Igreja do Ressuscitado que passou pela Cruz, porque acredita na fé.

Se fizermos uma busca sobre a palavra fé encontraremos diversos significados e atestaremos que ela se classifica como um substantivo feminino. Mas é interessante, que em Jesus esse termo se torna quase um verbo, e verbo imperativo. Em Jesus fé é ação. Muitos foram os aflitos que ouviram dos lábios de Jesus a seguinte ordem: Vai, a tua fé te salvou (Lc 17,19).

As pegadas de fé que damos em nossa história não se apagarão, pelo contrário, permanecerão e servirão como trilha, caminho para os que virão. Não apenas a fé em palavras, mas em obras. As palavras se não encontram um terreno fértil podem se perder. A fé em obras, permanece, se torna imperecível.

As futuras gerações poderão olhar para a Igreja do Ressuscitado que passou pela Cruz, e ver a fé dos mais antigos, a fé dos seus pais, dos seus avós, e crer que para Deus nada é impossível. Olhar os vitrais, portas, ícones, altar, será como contemplar a fidelidade de Deus e a resposta de um povo fiel.

Assista ao novo vídeo da campanha da Igreja do Ressuscitado e veja o que as crianças têm a nos ensinar sobre fé. Faça sua doação e deixe o seu testemunho de fé na construção desta obra! Afinal, como diz Maria Giana, uma das pequenas entrevistadas, “a Igreja precisa de você, né Clarisse?”.

Doe: comshalom.org/igreja/


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *