Formação

Afinal de contas o que é o celibato?

Podemos dizer que há celibatários padres, celibatários religiosos (freiras e frades) e atualmente é comum nas chamadas novas comunidade os celibatários leigos.

Como já falamos em outra ocasião, a palavra vocação vem do latim vocare, quer dizer chamado. Juntamente com a vocação matrimonial, sacerdotal, Deus também chama algumas pessoas para a vocação celibatária e religiosa.

Fizemos essa complementação, celibatária e religiosa, porque hoje o Espirito Santo também fez surgir em muitas novas comunidades religiosas leigos que não pertencem a congregações religiosas, mas a essas chamadas novas comunidades que também fazem voto de celibato, mas não são freiras nem frades. Com isso, podemos dizer que há celibatários padres, celibatários religiosos (freiras e frades) e atualmente é comum nas chamadas novas comunidade os celibatários leigos.

Afinal de contas o que é  o celibato?

A pessoa faz algum procedimento de castração? Toma algum remédio? Como contém os afetos, já que são seres humanos como qualquer outros? O celibato é uma graça. O amor a Deus e o amor ao próximo envolvem de tal maneira a pessoa, que ela não deseja outra coisa senão consagrar sua vida, seu tempo, suas energias no serviço a Deus e aos seus irmãos. Poderíamos dizer que o sobrenome do celibato é oferta de vida.

Perda de sentido

Quando celibatários padres, religiosos ou mesmo leigos, começam a pensar muito em si mesmos, estão iniciando um caminho de perda de sentido do seu celibato reproduzindo a receita do fracasso e da frustração. Celibato é muito mais do que não casar, ou como dizem alguns: não fazer sexo, celibato é oferta generosa de vida, é uma relação esponsal com Deus.

O verdadeiro celibatário tem um desejo tão grande de amar, de se doar, de promover e edificar o outro, que a doação de uma única pessoa no matrimônio não seria suficiente, então ele se casa com Deus e tem por filho todo e qualquer ser humano, não apenas os que professam sua fé, mas todos.

Rezemos pelos celibatários, padres, freiras e pelo crescente números de leigos que abraçam essa vida tão abençoada e feliz para que possam sempre edificar o povo de Deus.

Leia também

Especial Celibato Shalom

Testemunho Celibato: Não desperteis, não acordeis o amor, até que ele o queira!


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *