Igreja

Cruz: caminho de humildade, perdão e salvação

“Hoje tiramos nosso anel, porque a Igreja está de luto”, disse dom Jose Aparecido, bispo auxiliar de Brasília, na reflexão sobre a Sexta-Feira da Paixão (14), no retiro de Semana Santa da Comunidade Católica Shalom. O anel, para os bispos, representa a aliança esponsal com Deus.

Dom Jose apresentou a Cruz de Cristo como o caminho de humildade e oferta do cristão. “Deus me pede generosidade em minha entrega pessoal, abandono do pecado. Muitos se perguntam: ‘Pra que esse exagero todo? ’. Mas olhe para a Cruz. Se não houvesse o exagero de Jesus, não estaríamos aqui”.

A humildade também é simbolizada pelo burrinho que carrega Jesus nas costas ao entrar em Jerusalém, sob os gritos de Hosana. O burro, trabalhador incansável, cumpre a própria missão sem reclamar glorias para si. De acordo com dom Jose, as glorias humanas de nada valem, pois tudo é dom d’Ele. “Deus não precisa dos nossos jejuns, das nossas orações, inteligência ou ignorância: Deus não precisa de nós, nos é que precisamos de Deus”, sublinhou.

Deus não precisa de nós, mas, mesmo sem esta necessidade, escolheu para si amigos com a missão de anunciar o Seu amor. Amigos, do latim amicus (aquele que ama), que não foram fieis a Jesus. Dom Jose disse que Jesus escolheu mal seus amigos: Judas O traiu com um beijo que doeu mais que a prisão dos soldados romanos; Pedro o negou três vezes; Joao e Tiago dormiram na oração do horto.  Mas a escolha de Jesus visa a nossa salvação, não mede nossos pecados.

Estes pecados foram redimidos da Cruz. “Pedro negou três vezes a Jesus. Jesus o perdoou em todas as três. A cada vez que as pessoas precisarem de perdão, serão perdoadas”, afirmou o bispo, frisando a infinita Misericórdia de Deus, que abriu o Céu por meio do Filho morto por amor.     

 

 

Vem navegar no nosso portal! Acesse nossas redes sociais para mais fotos, vídeos e matérias.

 

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *