Formação

Caminho de perfeição em 3 vias

Possamos assim pedir a intercessão desta Santa, para enfim aprofundarmos nessas vias

“Quando os estudiosos querem colocar em evidência as grandes mulheres da história, mesmo não sendo católicos, não podem se esquecer de Teresa de Cepeda e Ahumada, mais tarde conhecida como Teresa de Ávila, que foi capaz, no século XVI, de ser fermento de uma nova vida não só na Igreja mas também na Espanha de seu tempo. De origem judia, carregava no sangue a valentia do povo judaico e a doçura temperada das intempéries da velha Castilha” (FreiPatrício Sciadini).

No dia 15 de Outubro celebramos como Igreja a memória de Santa Teresa de Jesus, Santa e Doutora da Igreja, que muito tem para nos ensinar por sua vida e pelos seus escritos. Podemos, de forma breve, refletir um pouco sobre o que significa o caminho de perfeição desta Santa.

Podemos resumir o caminho de perfeição em Santa Teresa em 3 vias, que concorrem para uma única verdade, que é o amor e seguimento a pessoa de Jesus Cristo: A via da humildade, a via da oração e a via da Eucaristia.Claro que essas vias não são termos utilizados por ela, mas que são pontos que são bem explorados na Obra “caminho de perfeição” desta santa.

Na lição sobre a humildade, ela destaca 3 aspectos essenciais para o crescimento da vida espiritual: “o primeiro é o amor uma para com as outras, é de suma importância, porque entre os que se amam não há coisa difícil de suportar que não se revele com facilidade”(Cap. 4; §5º). Para Santa Teresa, é muito importante expressar o amor fraterno, pois é o próprio exercício do perdão e do dar provas concretas de amor ao outro que vai expressar o verdadeiro amor ao outro: “se no mundo este mandamento fosse cumprido como deveria ser, muito contribuiria para se observarem os demais”(Cap. 4).

“Onde houver disputas de honras ou de dinheiro, crede-me,onde as houver, nunca progredirão muito” (cap 12). Assim, a Santa vem nos ensinar também o caminho de desapego tanto das coisas externas, de pessoas queridas e até de nós mesmos, no que se refere a honra, para que possamos trilhar no caminho de perfeição. Ora, não basta deixar coisas e pessoas se nós ainda estamos apegados a honra de nós mesmos. Isso é algo grave e que nos impede a assim progredir no caminho de santidade.

“Verdadeiramente é sinal de grande humildade deixar-se condenar injustamente e não se defender, pois é imitação perfeita do Senhor que assumiu todos os nossos pecados” (Cap. 15). Deixar-se sofrer por amor a Cristo,eis o cerne da humildade: entender que as bem-aventuranças desabrocham desse desinteresse a si mesmo a ponto de se configurar plenamente a Cristo nas suas dores e humilhações no alto da Cruz, para assim ressuscitarmos com Ele. Enfim,que nada possa nos perturbar, pois é Cristo que depositamos a nossa esperança,e é por ele que sofremos as humilhações por conta de uma vida santa: Mas como alimentar essa paz, como caminhar em unidade ao coração traspassado do Nosso Senhor? É fundamental alimentar o caminho de humildade por meio da oração.

“A Alma que bebe desta água não tem mais sede de coisa alguma!” (Cap 19). Mas que sede é essa? É a sede de Deus, de o encontrar na via de oração. Por isso importa que o busquemos, como bem ensina a santa, em 4 graus de oração, que nos apresentam graças e desafios próprios, por conta doa mor de Deus que nos é dado por força do Espírito Santo que é o autor da graça e nos vem santificar. Por isso a busca da vida de oração é essencial para encontrarmos Jesus nas nossas vidas.

“Agora, por sua própria Vontade, o Filho não desampara o mundo. Permanece conosco para maior júbilo de seus amigos e confusão de seus adversários” ( cap 34). Ora, é o Pão Nosso que nos é dado a cada dia que e Jesus Eucarístico, alimento da nossa alma, que une a nossa vida de oração com o grande legado para as nossas vidas que é a vida de união com Deus: sim, e só podemos viver essa união plena, por meio de uma vida de transbordamento de amor, amando uns aos outros quando se colhe o amor em Jesus na Eucaristia e na oração, onde aprofunda a dimensão da vivência da humildade, em cada dia, por meio da conversão e confiança no amor de Deus que opera maravilhas em nossas vidas.

Possamos assim pedir a intercessão desta Santa, para enfim aprofundarmos nessas três vias: humildade, vida de oração e comunhão Eucarística. Pois assim Santa Teresa nos apresenta o caminho de perfeição.

Confira o Especial Santa Teresa de Jesus na Vocação Shalom


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *