Shalom

Cia de Artes Shalom na Fazenda da Esperança

Espiritualidade, convivência e trabalho. Essa foi a graça que alcançou a Cia nos dias em que esteve na Fazenda em Guaratinguetá.

Em meio à turnê pelo estado de São Paulo, a Cia de Artes Shalom teve o imenso privilégio de ir em missão até a sede da Fazenda da Esperança, na cidade de Guaratinguetá. Lá, uma média de 600 jovens, acolhidos na Fazenda e jovens da região tiveram a oportunidade de se emocionar com o espetáculo Para Onde Correm os Rios. Na apresentação, a Cia teve a oportunidade de contar com a presença do Frei Hans e Nelson Giovanelli (fundadores da Fazenda da Esperança) e de Dom Mário Rino Sivieri bispo emérito da diocese de Propriá. Eles se encantaram com a missão da Cia de Artes Shalom.

Frei Hans Stapel, franciscano de origem alemã, dividiu com a Cia e o público ali presente a alegria de, logo após o espetáculo, partir em peregrinação para a cidade de Nazaré em Israel junto a outros membros da Fazenda, para levar um vitral à Basílica da Anunciação, em comemoração aos 35 anos da Fazenda da Esperança.

Espiritualidade, convivência e trabalho. Essa foi a graça que alcançou a Cia nos dias em que esteve na Fazenda em Guaratinguetá. Ela pode experimentar ali um pouco do que disse o Papa Emérito Bento XVI ao visitar o local em 2007: “A Fazenda é um lugar onde pessoas caídas na escravidão das drogas voltam a encontrar liberdade e esperança. Em primeiro lugar se percebe, de uma maneira nova, a força regeneradora da criação de Deus. Na Fazenda da Esperança, as fronteiras do mundo são verdadeiramente superadas, abre-se o olhar de Deus para a amplitude da nossa vida, e assim acontece a recuperação.”

Emocionante para o público, mas também para a Cia. Diante da plateia os atores viram para onde correm os rios da sua própria existência como companhia: para outros rios que tem sede de mar, sede de liberdade, de felicidade e de esperança. Foi uma noite memorável e inesquecível! Nessa noite, a Cia teve a oportunidade de transbordar através do espetáculo o brado de seu próprio fundador Moysés Azevedo: “Meu caro jovem, a felicidade é uma pessoa! A felicidade é Jesus Cristo! Ele é a nossa Paz!” Cada jovem pode a partir da história de cada personagem olhar para si mesmo e renovar em si a esperança no amanhã, certo de que realidades vividas no passado não determinam o presente e o futuro, pois, enquanto há vida, há esperança.

Ainda nesta semana, a Cia de Artes Shalom, que se encontra em Cachoeira Paulista, deixa o Vale do Paraíba e parte para a cidade de Campinas.

Erlison Galvão


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *