Formação

Como Maria, voltar-se para dentro de si

Na Anunciação à Nossa Senhora, Maria nos vem dar um grande aprendizado mostrando que ao dar o nosso sim e sair de si mesmo podemos encontrar quem somos de fato.

No dia 25 de março, dia da Anunciação à Nossa Senhora, Maria nos vem dar um grande aprendizado mostrando que ao dar o nosso sim e sair de si mesmo podemos encontrar quem somos de fato. Segundo Raniero Cantalamessa, pregador oficial da Casa Pontifícia, na Anunciação “precisamos voltar para dentro de si mesmos”. É isso que somos chamados a viver neste tempo de Quaresma.

De forma concreta, dentro do Carisma Shalom, esse movimento de “saída” é algo latente e uma prática sempre presente, principalmente nos acompanhamentos pessoa a pessoa feitos na Comunidade. São nestes momentos em que aquele que acompanha sai de si e vai ao encontro da realidade do outro e quando retorna traz consigo o essencial da vida.

“Modernidade Líquida”

Em um desses momentos acompanhei um jovem que relatou encontrar na interação dos jogos virtuais pessoas que se preocupam e dão atenção a ele, de forma que ele não encontra em lugar algum. O que me intrigou foi o fato que ele já conhece a Igreja a um bom tempo. O que ele tem encontrado nela? É preocupante perceber que esse jovem não encontrou na Igreja pessoas que suprissem essa necessidade dele, talvez tenha até mesmo encontrado nela o mesmo estilo de pessoas que ele se relaciona fora dela.

Fatos como esse nos colocam na realidade apontada pelo sociólogo Zygmunt Bauman quando descreve a sociedade atual em seu livro “Modernidade Líquida”. Para ele, as relações hoje não são mais consistentes, sendo mais fácil idealizar a pessoa do outro lado do computador do que aceitar que no mundo real ela é a mesma que muitas vezes não te dá um bom dia, não pergunta como você está, talvez nem te olha nos olhos.

Quando alguém chega até nós precisa ter a oportunidade de se relacionar e ser acolhido pelo próprio Cristo.

“Igreja em saída”

Nossa Senhora foi este modelo perfeito de “Igreja em saída”. Foi a certeza das promessas que foram anunciadas pelo Anjo Gabriel que fizeram Maria dar passos firmes para cumprir o seu Fiat. Ela nos mostra que antes de entoar o Cântico Magnificat ela pode comprovar as maravilhas que Deus estava realizando quando encontrou sua prima Isabel. Qual a lição de tudo isso? A fidelidade ao nosso Carisma nos permitirá comprovar as maravilhas de Deus e nos levará a cumprir nossa missão como Igreja, sair de nós e ir de encontro ao outro.

Leia também

Emmir Nogueira fala sobre o Pastoreio na Comunidade Shalom

Por Saymon Azavedo


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *