Shalom

Como o Shalom alcançou três paulistas

O Shalom é muito mais do que palavras, é muito mais que um lugar geográfico, mais que ações, que serviço e apostolado, muito mais que eventos. O Shalom é a manifestação do amor de Deus na história da humanidade.

Responder à pergunta “por que amo Shalom” de forma espontânea na semana da vocação talvez não tenha sido fácil. Resumir um “sim” diário, a identidade nascida no coração de Deus em algumas palavras, não é algo simples ou usual. Contudo, buscando contemplar pela ótica daqueles que assim foram chamados a estar em unidade com o Carisma Shalom e com a Igreja, perguntamos a três irmãos, da Obra, da Comunidade de Aliança e da Comunidade de Vida da Missão de Guarulhos a razão de seu amor pelo Carisma.

A plenitude já encontrada na Obra

Como atual membro da obra Shalom, Isabela Sales testemunhou: “eu conheci o Shalom através das músicas e, como o meu primeiro chamado na paróquia foi ao ministério de música, bem como há sempre músicas da Comunidade nos ritos litúrgicos, isso sempre me aproximou do Carisma cada vez mais. A forma de cantar, a entrega, o jeito como a música não para somente no ouvido, mas como adentra o coração fez surgir algo diferente em mim enquanto eu ouvia as músicas da Comunidade.

Mesmo depois de tantos anos servindo na Igreja, algo já não me preenchia, não era suficiente. Então eu fui para o Acamp’s e tive uma forte experiência que foi para além do meu servir, mas sim beber da Graça e de viver aquele acampamento. Aquilo fez surgir em mim a verdadeira oferta, no sentido de que não terei nada para dar se eu não tiver sido alcançada, que eu preciso parar para ouvir, para sentir Deus, para permitir que Sua Paz me alcance, o Seu Shalom. Então eu entendi que era essa entrega que fazia parte daquelas letras, daquelas melodias que eu escutava terem algo de diferente.

“Eu vejo o Shalom como um caminho que me leva ao Céu, um meio de santidade que Deus escolheu para mim.”

Uma frase que ficou muito forte para mim num acompanhamento é que ‘ninguém escolhe ser Shalom, mas a pessoa nasce Shalom’ e só de pensar que Deus me criou assim me deixa: ‘cara, eu amo o Shalom porque é o caminho que Deus escolheu para mim’, porque eu sei que a vontade dEle é completa, onde vejo radicalidade na oferta de cada um, e é essa radicalidade que eu procuro”!

A manifestação do amor de Deus na humanidade

Da mesma forma, Marcelo Man, consagrado da Comunidade de Aliança com Promessas Definitivas no Carisma, explicou o amor que o conduziu ao “sim” eterno:

“Foi nesse carisma que o Senhor se apresentou a mim e trouxe o mais belo tesouro que é a salvação, a vida eterna, o sentido de vida”.

Eu amo o Shalom porque ele representa na minha vida a salvação, representa na minha vida a minha história de conversão. Foi na Comunidade, no Shalom, vivendo o Carisma, que eu identifiquei a mão do Senhor que me guiou, que me guia todos os dias, e foi por meio deste Carisma que eu fui salvo, remido, pelo sangue e misericórdia de Cristo, foi por meio do Shalom que eu encontrei a verdadeira Paz, que não é só, como diz o nosso fundador, a ausência de guerra, mas a Paz que vem do coração aberto de Cristo, que vem das Suas chagas abertas, em especial do Seu lado aberto, de onde emana toda fonte de Paz, e nesta fonte nós podemos trilhar este caminho de unidade, contemplação e de evangelização.

Eu amo o Shalom porque faz de mim, que sou vaso de argila fraco, limitado, instrumento insuficiente, mas que faz de mim este homem que reconhece o quão grande é o nosso Deus e o quanto pequenos nós somos. Eu amo o Shalom porque o Shalom é a minha vida, é o Carisma que o Senhor, em meio a nossa indignidade, quis precisar de cada um de nós, para através das almas esposas que Ele escolhe, através da esponsalidade, manifestar a Sua graça e poder, como descrito nos nossos Escritos.

Assim como ele agiu e interviu na minha história, o Shalom agiu na vida de muitos. Eu amo o Shalom porque sempre me faz olhar para Deus, para o Senhor, e me esvaziar de mim mesmo para ser inflamado, preenchido, consumido pelo amor que o Senhor tem por mim, por todos. O Shalom é muito mais do que palavras e definir este seria empobrecer o significado real do Shalom. Ele é muito mais que um lugar geográfico, que ações, que serviço e apostolado, muito mais que eventos, o Shalom é a manifestação do amor de Deus na história da humanidade. É a intervenção de Deus na minha história. Por isso eu amo o Shalom, porque o Shalom é Deus, porque eu amo a Deus e Ele me ama, e assim Ele me faz devolver aquilo que de graça recebi todos os dias, que é este amor”.

Revelação de Deus ao homem

Por fim, Pedro Honorato, consagrado da Comunidade de Vida com Promessas Temporárias testemunhou este Amor que o elegeu como operário exclusivo da Sua vinha: “amo o Shalom porque o Carisma é revelação de Deus a mim.  Revela-se a mim me fazendo saber mais de mim, meus dons e limites. Amo o Shalom porque aprendi a amar aqui.

No concreto, no real, amo cozinhando, pagando contas, alimentando planilhas, fazendo faxina, falando de Deus, pregando, dirigindo, rezando, partilhando, escrevendo. Enfim, amo o Shalom porque descobri que o amor é simples e se move na minha forma e no meu estado de vida. Sou muito grato a Deus pelo amor infinito que me fez conhecer o Shalom e me faz reconhecê-lo hoje em mim. Amo o Shalom porque faz parte de quem eu sou.

Por Jéssica Verônica


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *