Shalom

Comunidade Shalom inicia atividades para erguer Escola de Paz em Chaves

A iniciativa que visa prestar serviços de assistência, capacitação e evangelização para as crianças e jovens em situação de vulnerabilidade e risco social que habitam nesta região, foi abençoada e incentivada pelo santo Padre.

Flor do Campo. Esse é nome do bairro onde a Comunidade Católica Shalom construirá e iniciará a Escola de Paz, em Chaves, na Ilha do Marajó. Erguer essa estrutura é um projeto que começará a ser executado neste ano e que foi inspirado ao coração do fundador da Comunidade, Moysés Azevedo, desde quando a missão foi fundada há 21 anos. Moysés ainda apresentou essa ideia ao Papa Francisco, durante uma audiência privada ocorrida no ano de encerramento do Jubileu da Misericórdia. A iniciativa que visa prestar serviços de assistência, capacitação e evangelização para as crianças e jovens em situação de vulnerabilidade e risco social que habitam nesta região, foi abençoada e incentivada pelo santo Padre.

No último sábado, 10 de fevereiro, os missionários do Programa de Voluntariado Shalom visitaram o terreno onde a Escola de Paz será erguida. No trajeto eles puderam observar o precário cenário do local, composto por casas de madeira, construídas em volta da lama e onde vários moradores residem em lares de apenas um cômodo. Todas as residências não dispõem de banheiros, mas de pequenas estruturas onde ficam as fossas, usadas pelos habitantes para suas necessidades fisiológicas.

 

“Apesar da triste infraestrutura do local, me emocionei ao ver a felicidade de quem mora ali. No caminho vi várias crianças que brincavam felizes ao correr pela lama com um pedaço de couro rasgado como se fosse uma bola. Naquele instante, eu recordei dos meus filhos e desejei poder dar para aqueles garotos aquilo que ofereço para os meus”, disse o voluntário Rogério Veiga.

Esse desejo de Rogério será realizado em breve por meio da implantação da Escola de Paz. Segundo a assessora de promoção humana, Jeovana Freitas, durante a quaresma a comunidade dará seu primeiro passo para execução desse projeto. “Motivaremos uma grande coleta em todas as missões para que juntos possamos dar início as obras deste local que oferecerá para este povo atividades artísticas, esportivas, cursos técnicos, dentre outras ações que visam propiciar uma melhor qualidade de vida à juventude de Flor do Campo”, explicou Jeovana.

A assessora foi quem conduziu a visita dos voluntários ao terreno. Ao chegar no local, ela relatou que rezava durante a manhã com o evangelho do dia que retratava a passagem da multiplicação dos pães, na qual os discípulos questionam a Jesus sobre como iriam alimentar tantas pessoas? “Ao ler essas palavras perguntei a Deus: como nós vamos abrir essa escola? E me recordei do tema do Renascer que diz que para Deus nada é impossível. Concluí que Ele está à frente e providenciará tudo que for necessário para erguermos essa construção”. Você também fará parte da construção dessa Escola, aguarde! Em breve mais informações serão divulgadas.

Samuel Costa

Missionário da Comunidade Católica Shalom


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *