Igreja

Conheça os laços que unem Madre Teresa a uma paróquia no Vietnã

Mother_Teresa_and_child_blessing

A fama de santidade de Madre Teresa de Calcutá chega também ao Vietnã: na paróquia de Thanh Đa, periferia de Ho Chi Minh City, duas vezes por mês é celebrada uma missa dedicada à fundadora das Missionárias da Caridade, que será elevada à glória dos altares em 4 de setembro próximo no Vaticano.

Ao término de cada celebração todos beijam em procissão as relíquias da futura Santa, concedidas à paróquia em 2013 pelas Missionárias da Caridade.

“Uma irmã gentil, da voz suave”

Segundo a agência missionária AsiaNews, o laço entre Madre Teresa e esta paróquia é muito forte: Pe. Dominique Nguyễn Dình Tân, sacerdote vigário, conta que a missionária visitou a igreja duas vezes durante suas viagens ao Vietnã, nos anos 90.

“A primeira vez que veio me surpreendi muito porque encontrei uma irmã gentil vestindo um simples hábito religioso – ressalta – Madre Teresa pediu-me a permissão para visitar a igreja e rezar diante do Santíssimo Sacramento.”

O segundo encontro deu-se em 21 de abril de 1994. Pe. Dominique recorda: “Estávamos fazendo a adoração eucarística, a Beata entrou na igreja e com voz suave me disse: ‘Devo visitar um lugar aqui próximo, e soube que a missa será celebrada daqui a pouco. Assim sendo, vim participar’.”

Erigido um monumento em sua recordação

Para recordar Madre Teresa, os paroquianos de Thanh Đa construíram um monumento no pátio da igreja: a missionária é representada com uma mão segurando uma criança adormentada e com a outra segura a mão de uma jovem ajoelhada e vestida com um chapéu em forma de cone, típico vietnamita.

Também a Caritas paroquial tem uma belíssima recordação da futura Santa, sobretudo da sua atenção para com os pobres e os marginalizados: como explica Thu, membro do organismo, “são levadas adiante muitas atividades sociais, ajudando os pobres, os órfãos, as mulheres em dificuldade, os anciãos sozinhos e os doentes de Aids”.

1973, primeiros contatos entre Madre Teresa e o Vietnã

As relações entre a fundadora das Missionárias da Caridade e o Vietnã tiveram início em julho de 1973, quando o então arcebispo de Saigon, Dom Paul Nguyễn Vặn Bình, pediu à religiosa que enviasse ao país sete seminaristas indianos para ajudar e servir os pobres.

fieis paroquia vietnã

Em 30 de abril de 1975, com a queda de Saigon sob as forças comunistas, os religiosos tiveram que deixar o Vietnã, mas o Arcebispo Vặn Bình se ativou para formar um grupo estável de religiosas locais que seguiam a espiritualidade de Madre Teresa. De 1991 a 1995 a irmã missionária, de origem albanesa, esteve cinco vezes no Vietnã.

Amor e esperança, a herança da missionária

Irmã Mary Frances, atual superiora das Missionárias da Caridade, explica: “As sementes do amor e da esperança colocadas por Madre Teresa em sua chegada ao Vietnã estão agora emergindo e crescendo. Graças a sua espiritualidade, estamos tendo sempre mais vocações para servir os mais pobres com o amor de Cristo”.

Fonte: Rádio Vaticano/Asia News


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *