Família Soares se reúne durante o período do advento. Consagrada do Shalom fala sobre a importância da transmissão da fé neste período. Foto: arquivo pessoal.
Notícias

Consagrada conta como evangeliza a família no período do Advento

“O Advento é um momento rico onde nos unimos como família”, conta Aladir. A consagrada explica que faz um almoço semanal com os filhos e netos.

Aladir Batista Machado Soares mora em Fortaleza – CE, tem três filhos e seis netos. Período de Advento é também tempo de evangelização para a consagrada que participa da Comunidade Católica Shalom há mais de vinte anos. Reunião familiar, orações comunitárias e explicação do significado de cada coisa são os meios utilizados.

“O Advento é um momento rico onde nos unimos como família”, conta Aladir. A consagrada explica que faz um almoço semanal com os filhos e netos. “Antes da refeição fazemos a leitura correspondente àquele domingo e uma breve reflexão sobre o tema proposto”, explica.

Aladir conta que tem um momento esperado pelas crianças. “É quando acendemos a vela da Coroa do Advento. É muito bom porque eles já vão aprendendo o que significa esse tempo na Igreja e a importância de nos prepararmos bem para a vinda do Menino Jesus, o nosso verdadeiro Natal”, pontua a avó.

Aladir pontua que a transmissão da fé é o grande desafio na educação dos netos. Foto: arquivo pessoal.

Educar na fé os seis netos

A consagrada leva a sério a missão de educar na fé os seis netos. “Hoje eles estão entre onze e sete anos, e o desafio maior, sem dúvidas, é a transmissão da fé nesse mundo tecnológico e relativista. Acredito que entre as muitas conversas, histórias, o exemplo é o mais valioso legado. Nada como ver a avó rezando, acompanhando com eles os momentos litúrgicos e realizá-los na Igreja doméstica que é nossa casa”, testemunha.

Aladir recorda um episódio pitoresco deste período que culmina com o Natal do Senhor. “Lembro-me do  Felipe, meu primeiro neto,  em seus  quatro anos, quando celebrando o Natal de Jesus levava seu presente e colocava no presépio na hora do ofertório. O celebrante olhava enternecido aquele inocente, talvez o único a saber o sentido daquela celebração”, rememora.

Em continuação ao advento, a família também se reúne na Festa do Natal. “Fazemos a celebração e o Presépio Vivo onde eles mesmos são os personagens. Eles gostam muito. É algo bem simples”, afirma Aladir.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *