Unsplash
Formação

Deus, eu e uma vida organizada

Nosso coaching é o Espírito Santo, nosso mestre em produtividade é Cristo, Deus é nosso maior objetivo e a santidade é o nosso foco.

Não é fácil ser organizada no mundo de hoje, não é fácil ser organizada em uma vida que exige do homem resultados imediatos e eficiência. Não é fácil ser organizada numa rotina apostólica e espiritualmente intensa e muito feliz.

Existe uma grande diferença na organização deste mundo e na organização em vista do Reino dos Céus. No dia a dia, com os compromissos pessoais e comunitários, e com a busca por viver a vocação, corremos o risco de robotizar ou automatizar nossa vida espiritual, e isso é um grande problema. Organizar é preciso, em Deus e à luz do Espírito.

Não dá para ser organizado à margem das técnicas e metodologias meramente humanas. Nosso coach é o Espírito Santo, nosso mestre em produtividade é Cristo, Deus é nosso maior objetivo e a santidade é o nosso foco. Ao contrário do mundo, que tem como fim organizar para lucrar, esse definitivamente não é nosso rumo.

Então, aqui vão quatro considerações sobre organizar em Deus, que tenho aprendido desde que comecei a estudar organização e produtividade:

  1. É preciso educar a mente para a rotina, mas não deixar que a ação se automatize: rezar diariamente, ir a missa, célula, apostolado, ministério… Tudo isso, deve ser educado como hábito, porque o hábito é “aquilo que faço sem peso”, é uma ação que realizo espontaneamente porque já faz parte da minha vida. Mas, dentro dessa ação, eu preciso alcançar a liberdade e vivê-la sob a graça. Se vou inserindo essas necessidades espirituais na minha rotina, sem dar a elas uma vivência no Espírito, chegará um momento em que não haverá profundidade e nem fecundidade na minha vida interior.

  2. Preciso planejar com Deus: organizar a semana, o mês ou até mesmo o ano todo, é tarefa que levará cerca de 30, 40 minutos ou até mesmo horas. Comece a fazer isso, mesmo que você não suporte a ideia de “se estruturar”. Mas faça isso clamando ao Espírito. Não há divisão em nossa vida, de áreas que Deus cuida ou eu cuido, não! Tudo Deus cuida! Meu planejamento não pode ser minhas decisões, precisam ser regidos, discernidos e estruturados para e pela vontade de Deus. Um exemplo é que assim você não perderá seus retiros pessoais, porque você terá eles em vista para o ano todo, e poderá se organizar com fidelidade aquilo a que é chamado a viver…

  3. Organização é diferente de arrumação: isso mesmo, organizar é diferente de arrumar. Eu posso muito bem pegar todos os sapatos espalhados no quarto e jogá-los numa caixa. Estão arrumados, mas não estão organizados. Assim, é a vida interior: posso muito bem pegar todas as minhas fraquezas e pecados, medos, inconstâncias ou seja lá como você quiser chamar, jogá-las todas numa caixa e pronto! Estão arrumadas, mas não organizadas. A vida organizada é expressão de alguém que não lança tudo em um lugar e guarda, mas apresenta tudo a Deus e deixa ele ordenar. Estou organizado, não porque arrumo minha agenda ou minhas tarefas apostólicas, mas porque apresento a Deus e deixo Ele apontar o que fazer, onde melhorar, o que precisa de atenção…

  4. Organização não é perfeição: afinal só o Pai é perfeito. Organização é tentar não cair no “deixa para depois” e acabar encontrando o “não deu tempo”, é permitir com que Deus faça o que Ele sempre planejou fazer em minha vida. Às vezes, não vou conseguir ser fiel, e isso é normal, somos homens e não anjos. Inúmeras vezes, planejei a semana e fui pega pelas surpresas de Deus, que interrompia meu trajeto certeiro ao trabalho para que eu evangelizasse alguém no caminho. Se, nesses momentos, eu estivesse pressa a “dar tudo certinho” ou cumprir “perfeitamente meu planejamento” não estaria vivendo em Deus. Então, não se preocupe se as coisas não funcionarem perfeitamente, ou se tudo parecer um caos, mesmo quando você colocou tudo na agenda. Organizar será sempre um processo de aprendizado onde nosso coaching vai sempre apontar vias de recomeço para o caos onde Ele paira, pacífica e ordena.

Larissa Sassi


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Olá Larissa,
    Amei seu texto!
    Se me permite sugerir troque a expressão Coaching por Coach. O Espírito Santo é nosso coach. Coaching é o processo de treinamento.