Notícias

É possível mudar porque o Salvador me amou primeiro!

Padre Antônio Furtado lembrou o quanto cada homem e mulher é amado por Deus através do sacrifício de amor de Jesus.

Na missa de abertura do Festival Halleluya, Padre Antônio Furtado deu continuidade às meditações sobre o sangue precioso de Jesus realizadas nas celebrações de quinta-feira no Shalom da Paz. O sacerdote lembrou o quanto cada homem e mulher é amado por Deus através do sacrifício de amor de Jesus.

“Eis o Cordeiro que é capaz de mudar a tua vida nesse Halleluya”, afirmou o sacerdote. Ele ainda destacou que só Jesus, o Cordeiro de Deus, tem o poder de salvar e libertar.  E o Senhor deu a cada sacerdote a autoridade de atualizar o sacrifício expiatório pelo resgate de cada homem. “É possível mudar porque o Salvador me amou primeiro”, motivou Padre Antônio. Santo Inácio de Loyola não acreditava na própria santidade por conta de seus pecados, mas Jesus mesmo o convenceu do contrário.

Segundo o sacerdote da misericórdia, o sangue de Jesus liberta do pecado, da morte eterna e do demônio. Por isso, há uma chance e esperança para cada pecador. E essa experiência se faz no sangue do Senhor que se entregou por amor a seus filhos.

Dirigindo-se ao público, Padre Antônio afirmou que Deus trouxe cada um ao Halleluya para usufruir do sangue de Jesus mediante a fé e mediante o sacramento da confissão. Ele animou os participantes a irem no Espaço da Misericórdia viverem a experiência da reconciliação. Além disso, ele lembrou que é possível ser alcançado pelo sangue de Cristo na Eucaristia.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *