Notícias

Encontro de mulheres: “Para Falar de Amor”

A Comunidade Católica Shalom, missão São Paulo, promove no dia 21 de abril, sábado, o encontro de mulheres “Para Falar de Amor”. A iniciativa objetiva oferecer algumas respostas às mulheres que sentem não saber ao certo como lidar com as relações amorosas nesses tempos em que tudo parece descartável e, o amor, fora de moda.

 

Conheça as palestrantes e os conteúdos abordados:

 

Débora Pires – Missionária consagrada da Comunidade de Vida, pela Comunidade Shalom. É mais conhecida por atuar como cantora da banda católica “Missionário Shalom”. Sua apresentação aborda a missão da mulher no mundo, e como a mulher se relaciona consigo mesma, com o outro e com Deus. Ela vai conduzir o momento de Oração de Cura das Feridas Afetivas.

 

Marília Saveri – Jornalista e mestre em Comunicação. É postulante da Comunidade Shalom. Como blogueira, escreve sobre afetividade. Sua palestra vai abordar a questão dos relacionamentos superficiais na cultura do descartável,  a geração do “amor líquido”,tempo de espera e escolhas definitivas pela ótica de São João Paulo II.

 

Silvia Araújo Candido – Psicóloga e logoterapeuta (linha da psicologia fundamentada na busca de sentido na vida).  É consagrada da Aliança na Comunidade Shalom. Sua palestra abre o evento trazendo temas como Dependência Afetiva, carências emocionais e relações destrutivas.

 

O evento ainda conta com momentos de Louvor, Adoração e Santa Missa.

O encontro será realizado entre 8h e 18h no auditório do Colégio Madre Cabrini, na rua Madre Cabrini, 36 – ao lado da estação de metrô Vila Mariana. A taxa de inscrição é R$ 25,00 e as vagas são limitadas. Para adquirir o seu ingresso, clique aqui: goo.gl/4yZFPe


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Muitos precisam dessa formação/ cura, inclusive de dentro da comunidade, postulantes e até os consagrados. Espero que possam ir!! Pois a pior coisa que tem são pessoas dependentes afetivamente que ferem os outros, e atrapalham as vidas alheias. Que acham que podem dizer por Deus, como se cada qual já não tivesse sua própria intimidade com O Próprio (no caso tendo caminhada religiosa já).