Notícias

Entenda o conceito da marca JP2 que será lançada no CJS

Quem melhor para nos explicar o significado da marca que o próprio criador?

Marcas, empresas, produtos, times e até grupos de amigos têm uma marca para chamar de sua, e cada marca conta uma história. Ela não é simplesmente uma imagem, é capaz de transmitir valores, sentimentos, atitudes. Sim, as marcas têm personalidade própria e muitas vezes dentro dos logotipos se escondem curiosidades que podem passar despercebidas.  

A Editora JP2 é um novo selo editorial, voltado para os jovens católicos, que será lançada durante o Congresso de Jovens Shalom (CJS), nos dias 4 a 6 de outubro. A JP2 nasce para comemorar os 30 anos do Projeto Juventude para Jesus (PJJ) e ampliar o portfólio da Edições Shalom.

Quem melhor para nos explicar o significado da marca que o próprio criador? Batemos um papo com Jonnes Dias, o designer responsável pela criação do logotipo. Confere aí o que ele partilhou!

”Eu lembro que me foi pedido uma segunda opção. Já tínhamos uma opção bem jovem com cores e estilo despojado. Partindo do princípio que eu deveria criar uma segunda opção, diferente da primeira, segui a ideia do jovem de hoje que não quer simplesmente coisas alegres, divertidas e vibrantes, mas quer ser formado e ter informações. Quer saber das coisas com profundidade para formar sua própria opinião e sua convicção. Estamos nesse tempo em que nós jovens não queremos simplesmente seguir ondas, queremos, como o Papa Francisco diz ‘seguir contra a corrente’, nos aprofundando e buscando informações para seguirmos o que de fato acreditamos.

Então, precisava ser algo alegre, porém austera. Coisas que representam pilares para nós deveriam estar bem claras para nós. Somos uma editora explicitamente católica, além do nome de São João Paulo II, partimos da imagem da Eucaristia que é elemento base da nossa fé. Para reforçar a referência católica também usamos a imagem da Mitra para remeter diretamente à figura papal. Então, nós juntamos a Mitra com a Eucaristia. Porém ainda faltava um elemento que remetesse à editora propriamente dita, à leitura, aos textos. Bom, sempre que vamos citar algo, usamos aspas. Citamos as palavras de Jesus, da tradição da igreja e dos santos. Então, escolhemos também usar esse símbolo na construção do nosso símbolo.

Sobre as cores: não queríamos usar cores tão vibrantes porém ainda queríamos alegria, por isso usamos o amarelo, mas não sozinho. Usamos o cinza como essa cor de contraste que representaria, nesse caso, a solidez e a austeridade que gostaríamos. A alegria própria da juventude com a solidez que vem da formação, exatamente o que iremos experimentar com a Editora JP2‘.

Saiba mais sobre a Editora JP2 e concorra a prêmios


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *