ESPECIAL GAMES E ORAÇÃO


 

Além de refletirmos sobre a prática de jogar videogame, elencamos algumas expressões do universo dos games que podem ser aplicadas à vida espiritual. Você sabe o que é um reset na vida de oração? Santa Teresa de Jesus "finalizou" o jogo do Castelo Interior. Em qual fase você está? Conheça um game que tem uma história emocionante e não deixe de conferir as dicas de leitura para antes da próxima partida.

É pecado jogar videogame?


 

Os jogos eletrônicos fazem parte da história de muitas crianças, jovens e adultos desde a década de 1970. Dos aparelhos mais arcaicos, como Atari e Mega Drive, passando pelos queridinhos Nintendo e Playstation, até os mais atuais computadores e smartphones, games de diversos gêneros e estilos têm preenchido o tempo de muitas pessoas no mundo inteiro. Inclusive, o Brasil está no Top 10 dos países com mais jogadores. Mas, afinal, quais as desvantagens e benefícios dessa prática para a vida de oração?

Há um número ainda tímido de estudos sobre games e espiritualidade. A grande maioria aborda aspectos psicológicos, como déficit de atenção, desenvolvimento de habilidades, entre outros. No Catecismo da Igreja Católica (CIC), não tem um parágrafo específico acerca de videogames. No entanto, a terceira parte do documento trata da vida em Cristo, destacando a liberdade e responsabilidade do homem. Nesse sentido, cabe observar que, antes de qualquer sentença a respeito dos videogames, é preciso fazer uma autoavaliação sobre a utilização deles.

Deixo de fazer atividades importantes para jogar? Aproveito o meu tempo livre para tentar passar daquela fase difícil do jogo? Passo a noite inteira jogando videogame e no outro dia acordo tarde? Prefiro ficar em casa sozinho jogando a sair com os amigos? Qual o horário da minha oração pessoal? Qual o horário do meu estudo bíblico? Qual a minha prioridade: rezar ou jogar? Esses questionamentos são alguns que podem ajudar na avaliação. Contudo, é interessante fazê-la já em oração, deixando que o Espírito Santo ilumine sua consciência.

ATENÇÃO


 

Aproveitando o universo linguístico dos jogos eletrônicos, reunimos duas expressões que podem ser aplicadas na vida espiritual. A jovem Mirela Freitas é quem apresenta essas ressignificações.

Reset: No universo dos games, esse termo diz respeito a recomeçar o jogo. Mirela explica que, na vida espiritual, ele pode ser entendido como o Sacramento da Confissão, pois é a chance que se tem para recomeçar a caminhada, não de qualquer forma, mas tendo consciência de onde errou e buscando não vacilar novamente.

Play Again: A tradução dessa expressão é “Jogar de Novo”. O termo pode ser aplicado facilmente à constância na vida de oração que todos aqueles que trilham o Caminho da Paz são chamados a viver. Uma pequena modificação transforma a expressão em um excelente conselho para cada dia da vida espiritual: Pray Again (“Reze de Novo”).

O jogo do Castelo Interior


 

“A vida é um jogo”. Você já deve ter escutado alguém falar isso. No entanto, é importante levar em consideração que o jogo da vida não se joga sozinho. Estar aberto a ajuda dos outros é fundamental. Na família, na escola ou no grupo de oração, encontramos as pessoas que nos auxiliam a desbravar cada nova fase da nossa história.

Mas, ao considerar a vida um jogo, qual game melhor a definiria? Super Mario, Top Guia, Bomberman, Fifa, GTA, LOL ou Counter-Strike? Nenhum desses! Metaforizando um dos livros de Santa Teresa de Jesus, a vida é o jogo do Castelo Interior. Para “finalizá-lo”, é preciso crescer sobretudo no autoconhecimento. A meta é chegar na Sétima Morada, onde o Rei habita.

Cada morada do Castelo Interior representa uma fase com desafios que precisam ser vencidos. Na primeira morada, por exemplo, a meta é entrar no Castelo e para isso é preciso ter vida de oração, renunciando tudo o que é contrário ao Evangelho. Nas segundas moradas, o desafio aumenta. De acordo com Teresa, é importante perseverar nelas porque é quando o demônio faz grande guerra. Quando chega à terceira morada, o “jogador” é orientado a caminhar com temor para não cair. A Carmelita afirma que são grandes as provas nessa fase.

A morada seguinte traz ensinamentos pertinentes sobre como lidar com as distrações na vida de oração. A partir da quinta morada, é possível começar a vislumbrar um pouco de como será “finalizar o jogo”, unir-se a Deus. Também é nessa fase que Teresa pede para caminhar com atenção “porque o demônio põe tudo em jogo para fazer a alma voltar atrás no caminho andado”.

Mesmo marcada pelo sofrimento, a sexta morada é o momento em que o Rei oferece muitos benefícios. Por fim, a sétima morada é caracterizada pelas “grandes mercês”. Nessa fase, o “jogador” compreende a diferença entre união e matrimônio espiritual. O game é finalizado por meio da união perfeita com o Amado. Vale ressaltar que caso o player venha a cair em qualquer uma das moradas, o “reset” será uma opção possível. De fato, o Sacramento da Confissão é a graça que permite aos pecadores sempre recomeçar.

Imersão na oração


 

“A oração para mim é a prioridade porque se eu não rezar e eu for jogar, eu vou perder o dia inteiro no videogame”

O jovem Francisco Thalles conta que Deus já utilizou o universo dos games para falar ao seu coração. Ele explica que as empresas de videogames querem cada vez mais que os jogadores tenham uma experiência de imersão. Ao rezar, o jovem percebeu que o desejo do Senhor para ele era parecido. No entanto, a imersão que Deus pedia era na vida de oração, na escuta atenta.

Benefícios

Concentração, destreza e insistência são algumas das características que o jovem traz dos jogos para a sua oração. A concentração para ouvir verdadeiramente o que o Senhor quer para a sua vida. A destreza em viver aquilo que ele reconhece como vontade de Deus. Já a insistência é a sabedoria para vencer os pecados e os vícios que ele ainda traz.

Game emocionante


 

Ryan Green desenvolveu o jogo That Dragon, Cancer. No game, o programador aborda a luta de sua família contra o câncer de seu filho Joel. Para Ryan, trabalhar no projeto foi a forma que encontrou para lidar com a partida do filho. O pai do garoto relata ainda que produzir o jogo foi uma experiência de cura.

That Dragon, Cancer


EXPEDIENTE

COMUNIDADE CATÓLICA SHALOM
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
PORTAL COMSHALOM

Editor: Leonardo Biondo | Textos: Jonas Viana | Imagens: Arquivo Festival Halleluya e Unsplash | Desenvolvimento Web: Felipe Fernandes.