ESPECIAL

Como lidar com o suicídio


 

A vida é o dom mais valioso que Deus deu para cada um de seus filhos. Valorizá-la é acolhê-la. Muitas campanhas de Prevenção do Suicídio são realizadas no Brasil e no mundo. Por meio deste especial, reunimos informações importantes sobre o tema.

Além de orientações profissionais, apresentamos depoimentos e testemunhos de pessoas que tiveram um contato mais próximo com essa realidade a partir de familiares e experiências pessoais. Compartilhe esse conteúdo que tem a missão de contribuir com a temática. Não se esqueça: "A vida é um dom".

ENTREVISTA

Dr. Erick Rebouças fala sobre Prevenção do Suicídio


 

Consagrado da Comunidade de Aliança Shalom, Erick Rebouças é residente de Psiquiatria no Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto em Fortaleza - CE. Atualmente, integra o PRAVIDA (Programa de Apoio à Vida), que recentemente lançou o livro "Prevenção do Suicídio: temas relevantes". O médico participou da organização da obra ao lado de Dr. Fábio Souza, Dra. Maria Ivoneide Veríssimo e Dra. Luísa Bisol. Em entrevista ao comshalom, Dr. Erick esclareceu alguns pontos sobre o assunto.

Quais os principais sinais de alerta em relação ao suicídio?

Quando a pessoa fala frases como “a vida não vale a pena”, “seria melhor estar morto” e “quero viver, mas não desse jeito” pode expressar possível tendência.

Como prevenir o suicídio?

A Prevenção do Suicídio é algo multiprofissional e envolve familiares, professores, trabalho, escola, profissionais de saúde. Pode envolver diagnóstico e tratamento de transtornos mentais (associados a 90-96% dos casos de morte por suicídio); psicoterapia, intervenções sociais e familiares.

Quais as consequências de um tentativa de suicídio?

Uma tentativa de suicídio aumenta consideravelmente o risco da pessoa morrer por suicídio e afeta não somente a pessoa, mas também familiares, amigos.

Como dar sentido à vida depois de um tentativa de suicídio?

Buscar sentido na vida é, segundo Viktor Frankl, a motivação primordial do homem. Assim, após uma tentativa de suicídio é possível, através da vivência de valores (de criação e de atitude), encontrar sentido e motivação na vida.

Qual o papel da família na prevenção do suicídio?

A família é essencial. Cultivar e fortalecer os laços familiares é um fator importante de proteção do risco de suicídio. Faz parte do acompanhamento da pessoa que tentou suicídio ou que vem com ideação suicida, o envolvimento da família no cuidado, na observação e no treinamento de habilidades de convivência social.

O suicídio é cometido por uma pessoa em sã consciência?

Pergunta difícil. No momento da tentativa é possível que a consciência esteja turvada, adoecida. Não é possível afirmar com generalização.

O que é ideação suicida?

Ideação suicida faz parte de um continuum: ideias passivas de morte, planejamento suicida e tentativas de suicídio. Esse pensamento sobre a morte por suicídio passa a ser considerado uma saída para o sofrimento psíquico e/ou físico. Ideias como “seria melhor morrer do que permanecer assim” ou “a vida é um peso” ilustram esse continuum.

Como a espiritualidade auxilia na prevenção do suicídio?

A espiritualidade é um importante fator protetor para a prevenção do suicídio. Ter uma vinculação religiosa, espiritual ou mesmo acreditar (senso de transcendência) reforça os laços da pessoa com a vida e protege do suicídio.

Qual a contribuição do livro do projeto PRAVIDA sobre o assunto? 

Esse livro é um pioneiro na suicidologia no Ceará e um dos poucos no Brasil. Estamos assentando nele conhecimentos do Programa nos 14 anos de experiência e também fazendo um apanhado da pesquisa científica até agora sobre o assunto.

O que motivou você a participar dessa iniciativa?

Fui extensionista do PRAVIDA por quatro anos e retornei ao Programa já na residência de Psiquiatria. A convite do Dr. Fábio, nos colocamos nesta empreitada.

Qual o caso de sobrevivência ao suicídio que mais chamou sua atenção?

O caso de um pai de família que tentou suicídio após perder o emprego e foi salvo pelos filhos. Me moveu bastante refletir com ele sobre a importância da família, o papel do pai como provedor, como enfrentar dificuldades.

DEPOIMENTOS

Valorize as pessoas que você ama


 

ENCONTRAR A PAZ

Essência da vida


 

Muitas pessoas com as quais Jesus se encontrou em sua caminhada de amor, homens, mulheres e até mesmo crianças, talvez já não tivessem mais esperança de vida em seus corações. Sem dignidade alguma e humilhados social e moralmente, eles talvez pensassem em, com as próprias mãos, acabar com todo o sofrimento que a cada dia definhava a vontade de viver.

Eram pecadores, leprosos, prostitutas, endemoniados, surdos, cegos, atrofiados de corpo e alma, pobres e ricos, sábios ou incrédulos. Porém, diante de todos esses dolorosos encontros de Jesus que nos narram os evangelhos é possível perceber algo bem em comum e primordial próprio da pessoa de Nosso Senhor: a valorização da essência da vida e o seu resinificado.

Contemplar como Ele tinha um olhar atento e totalmente voltado para o outro, fraco e excluído, é algo extraordinário. O zelo e a preocupação em resgatar a vida de cada um, reinserindo-os na sociedade, na comunidade e em suas famílias, tudo isso com a máxima sabedoria e o cuidado de curar antes o caos interior e depois as feridas expostas ao preconceito, hipocrisias e julgamentos.

Depressão, abandono, solidão, vazios, medos, síndromes e vícios, os atuais males da alma são os que mais afetam as pessoas que da mesma forma têm sentimentos de desânimo e falta de sentido de vida. Jesus é o mesmo de ontem, hoje e amanhã, e por isso é possível testemunhar encontros pessoais entre Ele e os que trazem sua cruz exposta ou não.

Somente o próprio Senhor da vida, que deu sua vida por todos, tem a capacidade de alcançar o mais profundo das almas isoladas, silenciosas e atormentadas, realizando, assim, um processo libertador e curador do peso esmagador do sofrimento. Dando vigor ao que não tem.

Encontrar com o Criador do dom vida, o grande gerador e promovedor da dignidade humana e da paz dos verdadeiros filhos de Deus, cumula de graças sobrenaturais aqueles que estão fragilizados. Movido pela misericórdia e pelo Espírito de amor, enche-os de coragem, de esperança e de fortaleza para vencer as batalhas de cada dia! Um suporte gratuito d’Aquele que sabe que tão preciosa é a vida de cada um.

Vale alertar que a pessoa de Jesus também está presente em nossos irmãos, familiares, amigos e profissionais. Palavras, escuta, oração, tratamento e cuidados são de grande auxilio principalmente nos momentos de tristeza, pensamentos negativos, baixa autoestima ou de angustia.

O verdadeiro sentido do existir passa pela partilha de vida de cada um, pois somente juntos é possível alcançar a gratidão e valorizar com alegria, amor e louvor este grande milagre chamado vida!

VALE A PENA VIVER

Não sofra sozinho


 

TESTEMUNHO

Deus ainda me quer vivo


 

Meu nome é Pawel Krasowski, trabalho em um hospital em Varsóvia. Cresci em uma família católica, mas sempre senti algo faltando em minha fé. Por muito tempo, senti minha fé muito fraca, sem relação profunda com Deus. Eu não tinha alegria no que eu fazia, apesar de servir na Liturgia, primeiramente como acólito, e depois como leitor.

Quando me mudei para Varsóvia por conta dos meus estudos, tinha a esperança de encontrar uma comunidade que me ajudasse a encontrar felicidade na minha fé. Frequentei diferentes comunidades, mas não encontrei a alegria que procurava em nenhuma. Perdi o sentido e entrei em depressão.

Com a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) surgiu em mim a esperança de que tudo poderia mudar. Eu me inscrevi para ser um voluntário na Paróquia de São Tiago, em Varsóvia. Durante as preparações para esse evento, não vi nenhuma chance de mudar minha situação. Dias antes da Semana Missionária, fui diagnosticado com um aneurisma cerebral. Nesse momento, pensei em desistir. Pensei até mesmo em suicídio. Mas acabei indo servir como voluntário.

No primeiro e no segundo dia, eu transportava as pessoas do aeroporto para os alojamentos. No segundo dia, eu liderei um grupo de 30 pessoas da Comunidade Católica Shalom, membros da missão de Israel. No ônibus, os jovens começaram a tocar seus instrumentos, a cantar e dançar. Eu não sabia o que fazer, eu me senti um pouco envergonhado nessa situação. Eu queria fugir e não voltar mais. Mas Deus tinha outro plano. Permaneci como guia desse grupo por mais dois dias.

A alegria deles começou a ter influência sobre mim. Eu via uma felicidade na fé, algo que eu sempre procurei. Quanto mais pessoas do Shalom eu conhecia, mais feliz eu ficava. Eu me esqueci dos meus problemas, algo que eu nunca tinha vivido. Eu nunca tinha visto tanta alegria em uma evangelização, dedicada à missão. Eu estava com essas pessoas nas ruas evangelizando, e eu via como eles traziam as pessoas para Deus.

Depois da Semana Missionária, eu fui para Cracóvia, onde todas as tardes eu passei com a Comunidade Shalom. Foi uma experiência tão bonita observar como eles evangelizavam e partilhavam a alegria com os outros. Por causa deles, percebi quais eram os caminhos pelos quais minha vida deveria ir, descobri a que eu deveria me dedicar.

Quero mostrar alegria na fé como eles mostram! Naquelas duas semanas com a Comunidade Shalom, eu não tive nenhum momento de depressão, tudo foi tão cheio de alegria, algo que eu não sentia há anos. Experimentei da força para enfrentar o aneurisma, porque senti que Deus ainda me quer VIVO! Então, por que eu não poderia doar minha vida inteira e minha felicidade para Ele?

PACIÊNCIA E ESPERANÇA

Partilha de Suely Façanha


SUGESTÃO DE LEITURA

Dor transformada em amor


 

O que é a dor? O que é o sofrimento? Como ver-se livre deles? Como suportá-los? É possível ser feliz, mesmo atormentado pela dor do sofrer? Essas são questões abordadas no livro de Emmir Nogueira, escritora e Cofundadora da Comunidade Católica Shalom. A autora traz na Obra “Como transformar a dor em amor” a sabedoria milenar transmitida pela Igreja, além do relato de vivências dos santos, sobre o assunto, e de homens e mulheres comuns, como nós.

EXPEDIENTE

COMUNIDADE CATÓLICA SHALOM
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
PORTAL COMSHALOM

Editor: Leonardo Biondo | Textos: Ângela Barroso e Jonas Viana | Imagens: Unsplash e Arquivo Comunidade Católica Shalom | Vídeos: Shalom São Paulo | Layout de Página: Jonas Viana | Desenvolvimento Web: Felipe Fernandes.