Photo by rawpixel on Unsplash
Formação

Especialista orienta como administrar o 13º neste fim de ano

A maior parte das pessoas nem considera o 13° salário um dinheirão, por isso vamos ver 5 dicas pra transformar esse dinheirinho em solução.

Dezembro chegou e aquela espera finalmente se concretizará… Sim, ele mesmo, o querido, estimado, tão esperado, o tal 13º salário… Parece brincadeira, mas tem muita verdade nessa história.

Em pleno Advento nossa expectativa se volta para os bens materiais, por isso precisamos ligar o sinal de alerta! 

Mas tudo ficará bem se cada coisa estiver no seu devido lugar e Deus estiver em primeiro, claro!

A maior parte das pessoas nem considera o 13° salário um dinheirão, por isso vamos ver 5 dicas pra transformar esse dinheirinho em solução.

Ouça o conteúdo

 

1ª Dica   

Partilhar! Devolver o dízimo, fazer a comunhão de bens, dar a Deus o que Ele nos deu primeiro, essa é a melhor forma de começar esse novo ano litúrgico. 

Já falamos do Advento, esse é o tempo de iniciar um novo ano na Igreja e para ordenar nossa relação com os bens materiais, aspecto tão importante da nossa vida, declarar o Senhorio de Jesus é o melhor remédio.

Antes de tudo, estamos nas mãos de Deus. E depender da Sua Divina Providência, é a nossa maior alegria.

2ª Dica  

Organize suas finanças e levante todas as suas dívidas, a prioridade deve ser quitá-las.

Se existe uma coisa que diminui o nosso dinheirinho, é o pagamento de juros. E o cartão de crédito é o grande vilão, não deixe uma fatura em aberto.

3ª Dica  

Aproveitando o final do ano, vamos fazer aquele propósito de não começar o próximo ano como terminamos esse. Veja todas as contas que vão “aparecer” em janeiro e se programe para pagá-las.

IPTU, IPVA, matrícula da escola ou faculdade, material escolar, são alguns exemplos dos gastos do início do ano. Não precisamos tratar como imprevisto aquilo que já sabemos a data e o valor que teremos que desembolsar.

4ª Dica  

Passada a grande tribulação das dívidas, vamos investir!

Pra quem sempre tem a desculpa que não sobra dinheiro, vamos pegar esse extra pra começar aquela poupança que sempre adiamos.

Ter uma reserva de emergência é essencial para não cair em dívidas na hora dos imprevistos. Recorrer aos bancos: cartão de crédito, cheque especial e empréstimo, são as opções mais onerosas para o nosso bolso.

Ter um dinheiro guardado além de um conforto nesses momentos de percalços, são uma verdadeira economia na ponta do lápis.

5ª Dica  

Se você pensou que não compraria nada… chegou a hora! Depois de fazer a partilha, quitar as dívidas, programar um início de 2019 tranquilo, investir, podemos comprar!

Calma, nada pra você ainda. Vamos primeiro presentear as pessoas que mais amamos e fizeram o nosso ano especial. E depois, se sobrar, você se presenteia! Pois como diz os Escritos Shalom: “Deus em primeiro, o irmão em segundo e eu o feliz terceiro!”

Faça essa experiência feliz, de ficar em último lugar, talvez seja a primeira de muitas.

São dicas simples, mas que podem marcar um tempo novo.

É um caminho árduo, pois exige disciplina financeira e ordem interior.

No entanto, acreditamos que este esforço traz frutos na administração dos bens materiais e espirituais, nos fazendo avançar no caminho de santidade.

Lorena Soares

Contadora- Comunidade de Aliança


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *