Shalom

Eu não rezava Ave Maria, não comungava nem me confessava

Meu nome é Angela, sou de Maceió, conheço a Comunidade Católica Shalom desde 2008, quando um amigo começou a trabalhar na mesma empresa que a minha. Ele me convidou a conhecer o Carisma e a participar de alguns cursos que a Missão do Shalom em Maceió oferecia.

Comecei a conhecer a Comunidade e participei de alguns eventos, mas achava aquilo tudo muito estranho, porque venho de uma família protestante e não entendia nada do que se passava lá.  Muitas vezes, eu me sentia um ‘peixinho fora d’agua’. Participei  de alguns grupos de oração e via todo o fervor dos jovens. Alguns oravam em línguas e repousavam no Espírito e eu deduzia que “algum espírito tinha se apossado deles”. Aquilo era tudo muito louco pra mim!

Afastei-me do grupo de oração e da comunidade, passei a frequentar outras igrejas protestantes, porém sentia um vazio imenso no meu coração. Quando eu chegava em casa, pedia a Deus de joelhos que me colocasse em alguma igreja na qual eu me sentisse bem e que eu pudesse ouvi-Lo.

Na minha casa, sempre escutei desde criança que a Igreja Católica não era a verdadeira igreja de Cristo, que Maria não é santa, que foi uma mulher comum na época, casou-se com José e teve mais filhos. Eu não rezava Ave Maria, não comungava, nem me confessava. Para meu pai, isso tudo era pecado e cresci com essa ideia protestante e passei, então, a ignorar a igreja de Cristo.

O tempo foi passando e aquele vazio me consumia. Eu era muito infeliz, não conhecia Jesus verdadeiramente. Eu achava que Deus tinha que se submeter aos meus pedidos, e que Ele nunca me escutava, que não me amava, que me rejeitava. Eu era realmente muito infeliz.

Minha mãe ficou doente, teve um câncer de mama e isso acabou comigo. Eu não sabia como lidar com aquilo; minha vida mudou totalmente, tive que cuidar dela, sustentar a casa, trabalhar e estudar. Não tinha repouso físico e não tinha maturidade espiritual pra lidar com aquilo. Desesperei-me, entrei em depressão, passei a culpar Deus por tudo aquilo que estava acontecendo comigo e só sabia murmurar, nunca Lhe agradecia.

Certo sábado, em 2010 (não me lembro o dia), fui convidada a ir a uma missa à noite na Missão daqui de Maceió e o padre proclamou que Deus estava curando uma mulher com câncer e outra que estava com uma leve depressão. Chorei muito, aquilo me tocou profundamente, mas fiquei muito desconfiada daquelas palavras e não fui mais ao Shalom. Meu coração era de pedra. Minha mãe foi curada do câncer e eu da minha depressão, mas depois desse dia não fui mais ao Centro de Evangelização. Fui infiel a Deus, mesmo depois de ter alcançado duas grandiosas graças. Isso era a real prova do amor e da misericórdia Dele por mim.

De 2010 a 2012, estive totalmente afastada de Deus. Passei a viver uma vida de festas, saídas a bares com minhas amigas, carnaval fora de época, festas e festas, mas nada daquilo me fazia feliz, um vazio imenso me consumia. Passei a ter vários conflitos com meu pai dentro de casa. Minha vida virou de cabeça pra baixo! Eu chegava em casa dessas festinhas e só chorava e chorava.

Em 2012, meu amigo, que era postulante na época, chamou-me para participar de um Seminário de Vida no Espírito Santo. Ele acompanhou toda minha trajetória de dor e de desamor para com Cristo; ele insistiu tanto que acabei aceitando o seu convite, pelo menos como troca de favores: ele me ajudava e eu acolhia seus convites.

Na adoração, eu fiquei assustada e pensei: “Meu Deus, como podem achar que Tu és um pedaço de hóstia?” Na verdade, na época eu achava que Jesus era o ostensório e estava querendo correr dali o mais rápido possível…

No segundo dia de Seminário, no  domingo, algo já estava “estranho” em mim, pois estava ansiosa para participar de tudo aquilo que achava “loucura”. Um irmão, no decorrer do Seminário, rezou em mim e, sem saber nada da minha vida, falou algo tão íntimo, de tanta importância para mim e muito doloroso, que só eu e Deus sabíamos. Como alguém poderia, então, falar algo daquela natureza? Muito estranho! No final do Seminário, uma vocacionada da comunidade me confirmou tudo aquilo que Deus falou, e ainda disse mais coisas, que fiquei impressionada. Ela dizia com voz suave que Maria nunca me havia rejeitado, apesar de eu não acreditar nela, que ela sempre havia olhado por mim e cuidava de mim como uma mãe cuidava de uma filha. Nesse momento, eu repousei no Espírito e foi um batismo derramado de graças e conversão ao catolicismo e, claro, com a intercessão de Maria.

A partir desse Seminário, passei a frequentar um grupo de oração da Comunidade, o Kairós, que foi o tempo realmente da graça em minha vida.  Iniciamos o estudo bíblico, o Kerigma, e hoje estou na fase Metanoia. Minha intimidade com Deus foi crescendo, os meus dons também. Hoje já tenho ministério, o Centro de Formação, onde já participei como núcleo em um curso de FB I, oferecido pela Comunidade.

Em 2013, participei do Encontro Vocacional Aberto. Respondi ao questionário, mas Deus, na sua infinita sabedoria e amor, disse que não era o tempo de trilhar o caminho vocacional. Impressionantemente, eu fiquei feliz com o “agora não” de Deus. O tempo passou e compreendi os motivos pelos quais Deus não permitiu que eu fizesse o vocacional em 2013. Foram os seguintes: Maria, Confissão, Eucaristia. Isso mesmo, foram esses os três motivos. Eu ainda não acreditava nesses dois sacramentos (Confissão e Eucaristia), e que a Mãe de Deus é santa, pura e imaculada. Como eu poderia trilhar um caminho vocacional com essas mentalidades protestantes? Deus estava querendo me formar com suas próprias mãos. E formou! Ele me deu uma experiência forte na Eucaristia, em que eu passei a acreditar que a hóstia sagrada é o próprio corpo de Jesus oferecido na Cruz; que o vinho, seu sangue derramado para a remissão da humanidade, e que Maria é a  mãe de Deus. Como eu podia pensar que ela era uma mulher como outra qualquer? Hoje eu a amo e sou consagrada a ela.

Eu não me confessava, pois tinha a convicção de que ninguém poderia perdoar pecados. Deus me deu a graça de acreditar na reconciliação, na purificação do meu coração através de uma confissão forte e concreta. Foi um dos fatos mais marcantes na minha vida. Deus concluía essa obra em 2014. No início deste mesmo ano, ingressei no Vocacional Shalom. Foi um ano de formação no amor e da eleição de Deus por mim.

Minha relação com meu pai mudou para melhor, minha família acolhe minha vocação e, hoje, tenho mais maturidade espiritual para responder aos questionamentos daqueles que não entendem esse chamado de Deus em minha vida.

“Eis-me aqui, Senhor, como tua vocacionada do ano de 2014, com todo o processo concluído do retiro final, pessoal e acompanhamento. Mais uma vez, Tu me confirmaste meu lugar dentro da Tua igreja. Sou muito feliz por ser católica, por ser Shalom, por ter pedido ingresso na Tua Comunidade. Espero em Ti, com meus olhos voltados pra Ti, pois Senhor, SER TODA TUA É A MINHA ALEGRIA, É A MINHA PAZ”.

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. To aqui pra contar um breve testemunho a partir desse também testemunho,minha vida mudou e da minha família também,já havia deixado um recado aqui.Encontrei a alegria em servi na igreja hj coordeno um grupo de oração para casados na minha paróquia onde tenho muitos filhos espirituais,meu casamento tava por um fio,eu passava muito tempo em bares depois que me aposentei entrei em uma profunda depressão onde encontrava alegria na bebida.No dia 15 de Abril de 2015 eu tava procurando algo a respeito de Maria no Google porque eu tava pra ir a uma palestra em um centro espírita,a pesquisa caiu nessa página nesse testemunho ,li e fui movido por uma grande alegria e emoção,que hoje se transformou em atitude.Meus filhos estão engajados em grupos de jovens minha mulher evangeliza a parti da oração do terço nas casas dos enfermos.Nós somos comprometidos com a igreja e somos uma família que serve com alegria e amor.Esse testemunho trouxe muitos frutos de amor na minha vida,e levo esse amor a outras famílias.Há um tempo atrás mandei um email para essa moça e ela me respondeu dizendo que estaria intercedendo por mim e família só quero dizer que suas orações me fortaleceram,e hoje eu rezo por vc pela sua vocação e seu serviço dentro do shalom. Então quando me perguntam como conheci o amor de Deus eu respondo no site do shalom.
    Antonio Barros Lopes

  2. Está perto de vc é está perto de Deus,obrigada por ser uma maravilhosa colega de trabalho,obrigada pelas orações,pela sua disponibilidade obrigada por ser luz aqui.
    olhar pra vc é querer ser de Deus também.

  3. owww que lindo Anjinha,lembras quando tu me dizias :”esse povo do Shalom me persegue”?rsrsrs eu vivia a dizer:” Deus quer com isso algo de vc”.És Shalom desde sempre e para sempre!! Isso é fato amiga e minha madrinha amada de casamento.Lembras também quando cantavas as músicas do Davidson Silva,e nem tinha a ideia que eram católicas que eram shalom?Que foste conduzida a essa vocação pelos louvores que vc não parava de cantar ou melhor de tentar cantá-los? rsrsrsrs.. Depois do seu sim Deus lhe agraciou com uma sabedoria para melhorar e ser luz para o mundo.Obrigada pela sua amizade,pelo seu amor a igreja de Cristo.Estamos todos aqui ansiosos pra te vê de tal..heheheheheheh..Reze por nós por esse novo em minha vida e do Sergio..te amamos!

  4. Sinto muito pelo que vc tá passando hj,mas creia que é pra fortificação da sua vocação, como vc vive a dizer Deus é bom,Angel vc é uma inspiração pra mim

  5. #Lindo…Quero dizer que sou feliz em tê-la em minha vida,que este tempo que vives,é pra fortificar sua vida como pessoa,e na sua vocaçao,que como vc fala é a vocaçao do amor…do AMORESPONSAL..

  6. OI!VI EU TESTEMUNHO NA REVISTA SHALOM MANÁ,MAS LENDO-O AQUI,PRESTEI MAIS ATENÇÃO E VI COMO SEU TESTEMUNHO PODE ARRASTAR MUITAS PESSOAS PRA IGREJA MINHA FILHA,DEUS TE CRIOU PRA IR AOS CONFINS DO MUNDO,A ELEITA,A ESCOLHIDA,TU ÉS UMA PEDRA PERECIOSA DE DEUS!!

    IDE E FAZEI DISCÍPULOS!!!

    SHALOM

  7. Seu testemunho só aumentou o desejo de amar mais a Deus, a Virgem Maria, os sacramentos e a viver buscando esse amor que gera paz dentro de nós, Deus te abençoe, sou de Arapiraca espero que algum dia possamos nos encontrar, que Deus confirme sua vocação dia após dia pela intercessão de Maria, Amém!!!

  8. bom dia, ontem deixei um recado aqui para angela,mas só agora vi que tem um correio eletrônico dela em uma massagem,gostaria que vcs da redaçaõ não divulgassem meu recado,pois vou enviar pra o email dela.muita obrigada

  9. boa tarde!que alegria de lê outra vez sua historia pedi que me enviassem esse link e prontamente a redação do site me enviou.Angela meu nome é Antonio,quero te dizer que quando li seu depoimento aqui passei uma semana com ele na cabeça,sou católico,mas nao frequentava a igreja há muitos e muitos anos,fazia 15 anos que não me confessava,eu e minha esposa estávamos procurando algo pra frequentar e íamos conhecer um centro espirita,quando li sua historia de vida me tocou demais,duas semanas depois fui a uma igreja e me confessei,na confissão eu fui muito tocado depois de 15 anos de pecados fui perdoado,minha esposa disse que algo em mim tava mudado,então disse a ela,vamos a igreja,vamos comungar,vamos nos confessar,ela aceitou prontamente. Eu tava procurando seu depoimento pra imprimi e mostrar a ela que foi através de suas palavras que fui tocado a voltar a assisti as missas,e a mim confessar e nunca mais me desviar..Obrigada!! te agradeço imensamente suas palavras e sua verdade.

    Antonio Barros

  10. OLÁ!!

    QUERO AGRADECER IMENSAMENTE O CARINHO E PRINCIPALMENTE AS ORAÇÕES,DE CADA UM DE VCS,ME EMOCIONEI COM OS COMENTÁRIOS,E NA CERTEZA QUE ESSE REALMENTE É UM CHAMADO DE DEUS EM MINHA VIDA! !PARTILHO AQUI COM TODOS QUE SOU A MAIS NOVA POSTULANTE DA COMUNIDADE CATÓLICA SHALOM COMO COMIDADE DE ALIANÇA,TO MUITO FELIZ !!

    REZEM POR MIM!!!

    E MUITO OBRIGADA PELO CARINHO DE VCS!!

    AOS QUE DESEJAM MANTER CONTATO SEGUE MEU E-MAIL:ANJINHAMCZ@HOTMAIL.COM.

  11. me enviaram o link desse testemunho, achei que era vírus deletei, mas hj quando abrir meu e-mail tinham enviado outra vez por um correio de e-mail que desconheço, resolvi abrir e li. Pra minha grata surpresa é um lindo e comovente testemunho, muito inspirador e verdadeiro. Sou evangélica desde dos meu 7 anos de idade e entendo perfeitamente o quanto vc devia se sentir no meio de um universo que vc desconhecia, mas Deus te chamou e te escolheu através desdá vocação que confesso não sei como se dá, mas fico muito feliz em vc ter encontrado a felicidade na igreja católica, nosso Deus é um só e qualquer dia vou visitar essa comunidade aqui,pois ser educada na fé evangélica e depois de adulta descobrir que seu chamado na realidade não é aquele que vc frequentou desde de criança é uma escolha de Deus em sua vida,vou ficar orando por vc e nos dê notícias,vc disse que pediu ingresso, como será isso missionaria em outro estado? como é essa escolha de missionários? Felicidades pra vc

    1. Olá Ana Paula! Você será muito bem-vinda quando quiser nos visitar. Você está em Maceió? Se sim, segue nosso endereço e contato na capital alagoana:

      Centro Católico de Evangelização Shalom

      Fixo: (82) 3235-2624

      Celular: (82) 9919-0010

      Rua: Paulina Maria de Mendonça 341, Mangabeiras, Maceió/AL

      Por trás do posto br, que é em frente à Pizzaria Nicole, da Av. Álvaro Calheiros.

      https://www.facebook.com/shalom.maceio?ref=ts&fref=ts

      Deus te abençoe!

  12. um dos mais lindos que já li,dá vontade de ir a igreja e me converter também.Muito lindo querida Angela vc me fez chorar aqui no trabalho,pagando mico,e lendo pra todos ouvirem sua historia.

    1. Oi Priscila!! Sugiro que vc procure alguém do Shalom perto de sua cidade! Um grupo de jovens sempre tem uma experiência mais próxima da sua realidade, que pode ajuda-la, não necessariamente s compreender a doutrina da Igreja, mas a amar a Deus, lembrando que Ele a amou primeiro… Por isso, seu coração transbordou de alegria! Fico feliz por sua emoção. Eu sou Shalom há mais de um ano e tornei-me católico a partir dessa mesma experiência. Deus é um Amor que constrange!

  13. Que felicidade,li seu testemunho e chorei de alegria,o amor DELE por vc te salvou e a graça da persistência do seu amigo que soube te conduzir com amor para a real felicidade,rezarei por vc,continue firme na fé.