Formação

Família, fostes santificada pelo Espírito Santo…

Olhando para o mundo percebemos a família sendo destruída em seus valores, vemos o divórcio sendo aderido por muitos casais como solução para seus matrimônios feridos, vemos as divisões, as discórdias, o adultério, as incompreensões entre pais e filhos, vidas geradas fora da família, crianças privadas da proteção e do acolhimento dos seus pais, famílias sofrendo pela falta de condições mínimas para sobreviver. Diante desse quadro, é preciso que as famílias parem e escutem as palavras de João Paulo II: “Olha! Ouve isto: Deus quer que sejas bela; que sirvas à plenitude da dignidade humana e da santidade de Cristo; que sirvas ao amor e à vida. Tiveste início no Criador e foste santificada pelo Espírito Paráclito, para vir a ser a esperança de todas as nações” (Catedral/Rio de Janeiro, 04/10/1997).

O Papa sintetizou em poucas palavras a missão e a grande dignidade da família. Cada família foi constituída pelo próprio Deus. Em Gênesis, temos o início da primeira família humana e, com o nascimento de Jesus, na família de Nazaré, a misericórdia do Pai abraçou definitivamente cada família, resgatando-a e dignificando-a, dizendo, em todos os tempos, a todas e a cada uma: “Tu não estás mais sozinha, por maior que possa parecer a tua dificuldade, por maior que seja o desafio que a tua família enfrenta hoje, tenha esperança, pois estou contigo, vim para te salvar, para te animar, para trazer de novo o amor e a unidade perdida”.

Família, Deus quer que sejas bela, que redescubras o teu valor, que retornes ao projeto original de Deus, que busques no Senhor da vida a razão da tua existência. Foste constituída para ser uma comunidade de vida e de amor, na qual os pais comunicam a vida e, no exercício da maternidade e da paternidade, educam seus filhos na dimensão do amor, capacitando-os a viver plenamente sua condição de filho de Deus e a construir um mundo melhor para si e para a humanidade.

O Senhor deu-nos um modelo de família para seguirmos. Ele nos deu a sua família. Deus deseja esculpir em cada lar cristão mulheres semelhantes à Maria, em sua ternura de esposa, doçura de mãe e total abertura à vontade de Deus. Homens como José, que são referenciais para o mundo de fidelidade, dedicação e obediência à voz do Senhor. Filhos que seguem Jesus em seu amor incondicional a Deus e aos irmãos, no desejo de transformar o mundo e de levar a todos a grande novidade do Evangelho.

O mundo está enfermo porque não está em sintonia com o plano de Deus, porque elegeu para si valores contrários ao Evangelho, porque quer construir sua felicidade em bases falsas instrumentalizando o outro, por isso, sofre e faz sofrer.

É preciso redescobrir a beleza do matrimônio, a alegria de estar juntos, de compartilhar a vida, as vitórias, os sonhos e também de dividir as dores e decepções. É preciso redescobrir a alegria nas pequenas coisas, no sorriso sincero, no abraço carinhoso, nos gestos delicados, nas palavras suaves, no olhar que vê além das aparências. É preciso redescobrir o grande e precioso dom que são os filhos e estar aberto para acolhê-los, aceitá-los, formá-los e amá-los. É necessário, ainda, estar juntos de Deus para aprender a amar, principalmente quando a estrada se torna difícil e as dificuldades aparentemente insuperáveis; rezar para permanecer fiel, para ser capaz de perdoar e, a cada dia, receber a força e a graça de sempre recomeçar.

Porém, se tua família está ferida, se o teu cônjuge está distante, se o pecado está tentando destruir o amor e a unidade em teu matrimônio, se os teus filhos estão perdidos nos vícios e enganos do mundo, não se desespere, creia que Jesus é capaz de reconstruir o teu lar, de trazer de volta o vinho novo do amor. Tome a iniciativa, comece por você, reconcilie-se com Deus e acolha o Emanuel em tua vida . Não importa que essa iniciativa no início seja apenas tua. Desista do ódio, das mágoas, dos ressentimentos, das grosserias, da frieza. Aceite as fraquezas e as diferenças do outro. Peça a Deus a graça da paciência e do perdão constantes e, aos poucos, tenha certeza, você perceberá mudanças concretas em tua família.

Vale a pena lutar pela unidade da sua família, pela preservação do teu matrimônio. Acredite na grande força do amor de Deus que é capaz de tornar fiel o infiel, de semear a paz em meio à discórdia, de reconduzir aquele que se desviou, que é capaz de trazer vida nova para ti e para os teus.

Família, foste santificada pelo Espírito Santo para vir a ser a esperança de todas as nações. O mundo precisa do teu testemunho, as novas gerações necessitam aprender contigo o verdadeiro sentido do amor, da generosidade, da partilha. As novas gerações precisam crer em sua dignidade de filhos de Deus e como tal serem protagonistas de um mundo novo, construtores da civilização do amor.

Elisa Maria Barroso


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *