Notícias

Gabriella: O grupo de oração nos tira do deserto espiritual

“Quanta angústia neste mundo porque não se sabe rezar, quantas causas aparentemente tidas como sem solução porque não se sabe falar com Deus… Para onde vai quem não sabe que tem esse amigo, que pode contar com Ele? Gabriella Dias

O Congresso Nacional do Caminho da Paz começou em Fortaleza na manhã deste sábado (15) e já reúne pessoas de todo o Brasil. O evento tem como objetivo aprofundar aspectos relativos à vivência de um grupo de oração, itinerário seguro para um relacionamento concreto com Jesus Cristo na Comunidade Católica Shalom.

“Quem é esse povo que vê Deus face a face?”; indagou a missionária Gabriella Dias, fazendo referência à texto bíblico do Antigo Testamento na manhã de início do Congresso que reúne líderes de grupos de oração católicos do Brasil. Segundo Gabriella, as pessoas que rezam, sempre foram conhecidas por serem aquelas que têm afeto com Deus, carinho, intimidade, e essa é uma das maiores características da série de publicações denominadas “Caminho da Paz”, que compõe um conjunto de livros elaborados pelas Edições Shalom desde o ano de 2009. O retiro comemora os dez anos da existência do itinerário.

As obras, produzidas por pessoas de profunda espiritualidade cristã católica, são conhecidas e usadas por membros de grupo de oração no mundo inteiro e já têm tradução para vários idiomas. O objetivo do itinerário é auxiliar homens e mulheres comuns, que desejam ter maior espiritualidade, a buscarem intimidade cristã por meio de estudos bíblicos e cadernos de oração direcionados. As obras são claras, simples e objetivas.

“Somos um povo que não conta com as próprias forças para voltar para Deus e não queremos caminhar com Jesus sem saber quem Ele é, por isso precisamos nos colocar constantemente em oração”, lembrou a missionária.

Ao narrar sua história pessoal de vida, ela recordou da importância de ter pessoas que trilhavam o mesmo caminho espiritual com um objetivo em comum para crescer na vida cristã. “Eu ia para o meu grupo de oração em Mossoró (RN) e levava os meus amigos. Era um sentido de família e de pertença, que nos fazia querer prosseguir. Ali eu me encontrei como missionaria”, recordou com alegria a descoberta da sua vocação na Igreja.

“Quanta angústia neste mundo porque não se sabe rezar, quantas causas aparentemente tidas como sem solução porque não se sabe falar com Deus… Para onde vai quem não sabe que tem esse amigo, que pode contar com Ele? Precisamos ensinar a humanidade a rezar”, concluiu.

O Congresso continua até amanhã (16) e tem público estimado em duas mil pessoas. A programação de hoje segue com adoração ao Santíssimo Sacramento, palestras na parte da tarde e conclui com a Santa Missa.

Fotos: Camila Oka / Karen Favacho

Leia mais

O Pastoreio Shalom no Cântico dos cânticos

Emmir Nogueira fala sobre o Pastoreio na Comunidade Shalom


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *