Formação

Homilia do Cardeal Farrell na Santa Missa de inauguração do Centro San Lorenzo

“Um verdadeiro discípulo do Senhor é quem se tornou ” pequeno ” porque se esvaziou”.

Queridos jovens, queridos irmãos e irmãs em Cristo,

Com a celebração desta Santa Missa, inaugura-se oficialmente as atividades do Centro Juvenil Internacional San Lorenzo, que este ano foi confiado à Comunidade Católica Shalom. O trabalho que este centro vem realizando há mais de 30 anos é essencialmente um serviço de acolhida dos jovens e o Evangelho que acabamos de proclamar pode ser uma grande ajuda para entendermos o espírito correto de como se deve viver este serviço.

Para os discípulos que estavam discutindo quem era o maior entre eles, Jesus ensinou que o “menor” entre eles é, na realidade, o “maior”. E ele explica estas palavras aproximando-se de uma criança e dizendo que aqueles que a acolhem em Seu nome, acolhem o próprio Cristo. Podemos enfatizar dois aspectos a partir das palavras de Jesus.

A ênfase é colocada antes de tudo em acolher Cristo: “Quem recebe esta criança em meu nome me recebe.” Um verdadeiro discípulo do Senhor é quem se tornou “pequeno” porque ele se esvaziou. Não é todo tomado por suas idéias, suas ambições, seus desejos de auto-afirmação e de reconhecimento por parte dos outros, mas quem se tornou livre de si mesmo e gradualmente aprendeu a “se encher de Cristo“. Aquele que o coração foi enriquecido pela amizade com Cristo, pelo desejo de seguir em tudo sua santa vontade, para responder ao chamado que recebeu dele, porque provou sua misericórdia e seu imenso amor.

Este discípulo, que se tornou uma criança, é agora um “portador de Cristo”, então quem o recebe, acolhe o próprio Jesus. Ele, portanto, não inspira medo com sua presumida superioridade intelectual, moral ou espiritual, mas se deixa receber pelos outros com humildade intelectual, moral ou espiritual, se deixa receber por outros com humildade e simplicidade, sabendo bem que, dando-lhe as boas-vindas, acolherão o próprio Cristo, o único que pode consolar e encher o coração humano.

Queridos amigos, este é o primeiro convite que o Evangelho dirige a todos vocês. Em sua vida pessoal, em sua vida de oração e em todas as atividades que serão feitas neste centro, aprendamos a ser “pobre de nós mesmos” e aprendamos a “enchermo-nos de Cristo”, de Seu Espírito, de Suas palavras, de Seus sentimentos, de Seu olhar de compaixão para cada criatura.

Um segundo aspecto a ser enfatizado, diz respeito ao acolhimento aos jovens que virão. Somos chamados a ver dentro deles os “pequeninos” do evangelho, esses filhos indefesos e necessitados que devem ser acolhidos, porque acolhendo-os, receberemos o próprio Cristo. Ouvindo suas perguntas, aproximando-nos de seus sofrimentos, suas dúvidas, suas ansiedades, descobriremos que há em muitos jovens um desejo ardente de serem compreendidos e aceitos sem serem julgados, de estabelecer vínculos autênticos de amizade e fraternidade, e encontrar, precisamente dentro dessas autênticas relações humanas, o caminho para a Verdade.

É um serviço de escuta e acolhimento que requer muita caridade, paciência e abertura, porque cada pessoa é única e vem de diferentes experiências de vida.

Trata-se de ter um autêntico espírito missionário! Quem trabalha com jovens deve ter esse espírito. De fato, o mundo da juventude é essencialmente missionário, porque requer a capacidade de conhecer pessoas muitas vezes diferentes de nós, que parecem estar muito longe de Deus, requer a capacidade de trazer o primeiro anúncio do Evangelho de maneira simples e eficaz, requer capacidade de ser anunciadores credíveis e a capacidade de envolver e atrair os outros através do nosso zelo e da nossa alegria. Que nos ajude Santa Teresinha do Menino Jesus, que celebramos hoje, patrona das missões, uma jovem santa apaixonada por Jesus.

Queridos amigos, convido-vos, de modo especial, a pôr nas vossas intenções de oração o Sínodo dos Jovens que está prestes a começar, para que inspirem na Igreja um novo amor pelos jovens e um novo impulso missionário, supere os medos e preconceitos, e nos faça sentir fortemente o desejo de levar a luz do Evangelho a todos os jovens.

Que a Virgem Maria, Santa Teresinha do Menino Jesus e São João Paulo II, criador deste centro, ajudem e abençoem todos os que oferecerem o seu serviço no Centro San Lorenzo em benefício dos jovens.

Amém.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *