Igreja

Líderes católicos pedem dia mundial de oração pela Síria

aleppo

Pároco de Aleppo pede que as Missas do próximo domingo sejam oferecidas pela paz na região

Os líderes das comunidades católicas de Aleppo lançam um apelo aos bispos, sacerdotes e fieis de todo o mundo, para que ofereçam as Missas do próximo domingo, 8, pela paz na Síria, de modo especial por Aleppo.

“Pedimos orações de todo o mundo porque a situação é dramática; tantos inocentes sofreram violências, é necessário compaixão e misericórdia”, pede o padre franciscano Ibrahim Alsabagh, guardião e pároco da paróquia latina de Aleppo, conhecida como a “capital do norte” da Síria, há dias palco de violentos combates.
Terça-feira, um dos piores dias do conflito em Aleppo

O padre relatou que a terça-feira foi o pior dia semana. “Mísseis e foguetes foram lançados da zona controlada pelos rebeldes sobre o Hospital de Dabbi’t, atingindo o setor de obstetrícia e matando 17 crianças, além de adultos, homens e mulheres. Precedentemente haviam lançado mísseis sobre a universidade, em particular a universidade estatal, obrigando milhares de estudantes a buscar refúgio nos abrigos subterrâneos. Assim a medida do Ministério da Educação de fechar por três dias todas as escolas da cidade”, conta o padre.

Vítimas sob os escombros

O padre conta que entre os edifícios atingidos, está a Mesquita de Aisha, no bairro de Zahraa que, segundo o pároco, era considerada um refúgio para as famílias muçulmanas emigradas de outras zonas, em busca de abrigo.

O apelo do Papa no Regina Coeli e a entrega dos bispos ao Coração Imaculado de Maria

A escalada dos combates e a inércia da comunidade internacional preocupam também o Papa Francisco, que no domingo 1º de maio, ao final do Regina Coeli, renovou o apelo pela paz na Síria.

O Pontífice exortou todas as partes envolvidas no conflito a respeitar o fim das hostilidades e a fortalecer o diálogo em andamento.

Às palavras do Papa, segue a declaração dos bispos católicos de Aleppo, que em uma nota conjunta, denunciaram a violência que a cidade sofre, confiando-a ao Coração Imaculado de Maria para que traga a paz.

O que acontece em Aleppo é um crime contra a comunidade

“O que estamos vivendo é um verdadeiro crime contra a humanidade: porque atingir as crianças, os recém-nascidos, as mulheres grávidas, os estudantes universitários? Chamamos isto vingança ou terrorismo. A bem da verdade, estes são atos terríveis. Pedimos compaixão e misericórdia para estas vítimas inocentes”.
Proximidade pelos que sofrem

“Como Igreja, somos próximos não somente aos cristãos, mas a qualquer um que tenha sua dignidade ferida por estas violências. E por isto renovo o apelo a todos vocês pela oração e vos agradeço pela solidariedade, proximidade e boa-vontade!”

 

Fonte: Canção Nova


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *