Formação

Mãe e Rainha

  

Oito dias após a festa da sua Assunção ao céu,15 de agosto, a liturgia nos convida a venerar a Virgem Maria sob o título de “Rainha”. A Mãe de Cristo é coberta e coroada por seu Filho, que está associada com a sua realeza universal, bem como representa muitos mosaicos e pinturas.  
A menina pequena e simples de Nazaré tornou-se a rainha do mundo! Esta é uma das maravilhas que revelam o coração do reino de Deus. Maria é totalmente clara em relação  a Cristo: Ele é o Senhor, que, após a humilhação da morte na cruz, o Pai exaltou acima de toda criatura no céu e na terra e debaixo da terra (cf. Fil 2,9-11). Para uma imagem da graça, a Mãe Imaculada foi totalmente envolvida no mistério do Filho, sua encarnação, sua vida terrena, em primeiro lugar oculta em Nazaré e, em seguida, manifestada no ministério messiânico, sua paixão e morte e, finalmente, para a glória da Ressurreição e ascensão ao céu. Mãe compartilhada com o Filho,não só os aspectos humanos desse mistério, mas o Espírito Santo nela, mesmo com a intenção da profundidade, a vontade de Deus, de modo que toda a sua vida, pobre e humilde, foi elevada, transformada,glorificada passando pela “porta estreita”, que é o próprio Jesus(cf. Lc 13,24). Sim, Maria é a primeira  que passa pela “via” aberta por Cristo para entrar no reino de Deus, de forma acessível para os pobres, aqueles que confiam na palavra de Deus e se comprometem a colocá-la em prática.

Na história das cidades e dos povos evangelizados na mensagem cristã são inúmeros testemunhos de veneração pública, em alguns casos, até mesmo a instituição real da Virgem Maria. Mas hoje nós renovamos especialmente como filhos da Igreja, a nossa devoção a ela que Jesus nos deixou como Mãe e Rainha. Confiemos à intercessão de suas orações diárias pela paz, especialmente onde mais desenfreada  lógica absurda de violência, de modo que todas as pessoas fiquem convencidas de que neste mundo temos que ajudar uns aos outros como irmãos, para construir uma civilização do amor. Maria Regina Pacis, ora pro nobis!


 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *