Shalom

Missa com Dom Vasconcelos: Enviai vosso Espírito, Senhor, porque Cristo Ressuscitou


Na noite da vigília de Pentecostes neste sábado, 19, o bispo diocesano Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos preside Santa Missa no Ressuscitou 2018. “Enviai o vosso Espírito Santo, Senhor, e renovareis a face da terra porque Cristo Ressuscitou”, destaca. A festa de Pentecostes nos leva a reviver a experiência da descida do Espírito Santo sobre os discípulos reunidos com Maria em Jerusalém, 50 dias após o domingo de Páscoa.

Pentecostes não nos conduz a comemorar um acontecimento passado, mas atualizar o mistério da descida do Espírito Santo. “A celebração litúrgica é um memorial, um acontecimento que se torna presente hoje, agora. Não é somente recordar, mas trazer para hoje. É uma festa de grande significado para o povo da antiga aliança e para nós, o povo da nova e eterna aliança”, garante Dom Vasconcelos em sua homilia.

Com a vinda do paráclito, o Espírito Santo, celebramos o nascimento da Igreja, a epifania, a manifestação da Igreja para o mundo inteiro. “Em Jerusalém, os discípulos estavam reunidos em torno de Maria temerosos, mas o Espírito Santo desceu efusivamente. Eles perderam o medo e começaram a proclamar: o Cristo Ressuscitou verdadeiramente como tinha dito e nós somos testemunhas disso. Nasceu a igreja discípula e missionária de Jesus Cristo”, explica.

A Festa de Pentecostes era  celebrada no Antigo Testamento como o dia da colheita. Depois do êxodo, 50 dias depois da Páscoa era a comemoração do dia em que Moisés entregou ao povo o decálogo, as tábuas da lei. Jesus, após sua ressurreição, pediu aos seus discípulos que aguardassem o seu Espírito Santo. “Jesus disse: Eu irei, mas enviarei o paráclito. É necessário que eu vá para que Ele venha. Jesus se referia em seu Evangelho ao Divino Espírito Santo”, ressalta.

Pentecostes x Babel

Referindo-se à primeira leitura do dia, Dom Vasconcelos lembra que o ser humano pensa em construir uma torre para que todos os povos o respeitem. “Como é triste quando o ser humano quer ser igual a Deus. O ser humano é tentado como Adão e Eva. Tem gente que descarta Deus e acha que pode fazer tudo sozinho”, lamenta. O Senhor desce sobre eles e lhes confunde a linguagem para que não empreendam seu plano de desejar ser maiores que Deus.

“Pentecostes é o contrário de Babel. Havia em Jerusalém pessoas que falavam várias línguas, mas eles ouviam os discípulos falarem em sua própria língua. Esta é a linguagem do amor. O Espírito Santo é o eterno amor. Em torno de Maria, recebamos o Espírito para que o bem vença o mal e o amor triunfe sobre o ódio”, garante Dom Vasconcelos. Ele disse ainda que o mundo precisa de pessoas que saibam escutar as inspirações do Espírito Santo. “O Espírito Santo fala em nós com gemidos inefáveis, nos ensina a suplicar, a louvar, a perdoar. Sejamos como um rio de água vida para que o mundo creia que ele Ressuscitou”, completa.

Teresa Fernandes

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *