Shalom

Missa de Primeira Promessas: “ser um testemunho vivo de que Cristo está no meio de nós”

Na tarde de ontem (07/04) a Missão do Rio de Janeiro deu à Igreja 31 novos missionários que fizeram suas primeiras promessas no Carisma Shalom como Comunidade de Vida (7) e de Aliança (24). A força missionária do sim dado por cada um foi destacada pelo bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio Dom Joel Portella Amado, que presidiu a Eucaristia, na Igreja de Sant’Anna, no Centro da cidade.

Aos neo consagrados e a toda comunidade reunida o prelado disse em sua homilia:

” O grande sinal de que Jesus está vivo no meio de nós é o anuncio do Evangelho, no comprimento da missão. Por isso é muito significativo que essa celebração seja realizada na oitava da Páscoa, quando em tudo que celebramos, a nossa fé, nossa esperança, nosso amor a Cristo ressuscitado, nós celebramos o nosso compromisso missionário. Quanto mais missionária é a Igreja, mais fiel ela é a sua identidade. Quanto um consagrado é fiel a dimensão missionária, mais é fiel ao seu batismo”.

Dom Joel agradeceu o testemunho dos missionários afirmando que “na missão a Igreja reflete o que Cristo fez, fazia e faria se aqui estivesse hoje” e que o mundo precisa deste testemunho, porque se há um sinal de que Cristo está ressuscitado no meio de nós é a o anúncio do Evangelho.

“Jesus está perto de nós. Jesus, ressuscitado, está vivo no meio de nós”, disse, ressaltando que nos evangelhos os relatos das aparições fica claro que Jesus tinha como objetivo dar forças à comunidade dos seus discípulos, integrar o que estava afastado, reunir, fortalecer, animar, impulsionando a sua Igreja ao movimento da missão.

A delegada do Moderador Geral da Comunidade Shalom, Roneide Santos, Responsável Local da Missão Rio de Janeiro, ao acolher os novos consagrados, falou sobre a importância e a graça da vida consagrada.

No meu coração há uma grande gratidão pelo sim de vocês. Fazendo uma leitura da situação do mundo hoje, só posso testemunhar como é providente o sim de cada um de vocês: na Igreja, com a Igreja, serem um sinal de paz para a humanidade. Nossa consagração de vida tem um único objetivo: unirmos nossa vontade à vontade dEle; ser um testemunho vivo de que Cristo está no meio de nós. Para isso nos consagramos, para sermos testemunho vivo de Cristo. Muito obrigada a cada um de vocês.”

Após a celebração, houve uma confraternização e homenagens aos formadores comunitários que passaram pelas células que tiveram irmãos consagrados em 2018.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *