Institucional

Missa Votiva a nossa Senhora, encerra o segundo dia do Renascer

_DSC9182Que possamos aprender com a Virgem Maria a ter uma fé pura, a ser uma disponibilidade para Deus e aos irmãos. Com essa dinâmica, Pe. Silvo, membro da comunidade vida, celebrou a missa, Votiva a Nossa Senhora, no encerramento do segundo dia do renascer.  A apresentação do prelúdio, canto com arte, antes da celebração,  emocionou o grande número de fieis que ainda lotavam o Ginásio Esportivo Paulo Sarasate, que reproduziram com palmas um belo canto de louvor a mãe de Jesus, Maria.

A leitura, Gn 4, 1-15.25, nos apresentou os sacrifícios oferecidos a Deus, assim sendo, o sacerdote contextualizou essa passagem bíblica em que Abel ofereceu o que de melhor tinha entre suas ovelhas, enquanto Caim ofereceu qualquer coisa ao senhor, demonstrando que o pecado nasce da falta de fé. Isto posto, o celebrante constatou que: “Assim como Caim, nos não damos a Deus as premissas da nossa vida, damos o que nos resta” perguntando o que é uma fé pura, o que é ter um coração puro.DSC_4934

A palavra de Deus diz que “Possuído por ciúmes, Caim armou uma emboscada para seu irmão, matando-o. Respondendo, ainda com arrogância ao ser interpelado por Deus, o Criador sentenciou-o ao banimento do solo, além de ser condenado à condição de errante pelo mundo. Caim lamentou a severidade da sua punição e mostrou ansiedade quanto à possibilidade de o assassinato de Abel ser vingado nele, mas, ainda assim, não expressou nenhum arrependimento. O Salvador “estabeleceu um sinal para Caim”, o signo protetor que designa a criatura de Deus, para impedir que fosse morto, Deus disse ainda que quem o matasse seria “castigado sete vezes”.DSC_4935

O celebrante foi incisivo ao afirmar que não se deve dialogar com o pegado, que deve-se abrir por inteiro a graça da santidade, evidenciando que é salvifico ter comunhão com quem pensa diferente, considerando que a vida do nosso irmão depende da nossa fé, que o amor se transforma em caridade e que uma fé sem obras é morta. Continuou dizendo que mesmo marcado pelo pecado, devemos ter esperança, porque da mesma forma que Deus marcou Caim, marcou cada um de nós com seu amor.

Finalizando, desejou que possamos aprender com a Virgem Maria a ter uma fé pura, que dialogou com o anjo sem pedir sinais, a ser uma disponibilidade para Deus e aos irmão. A viver o ordinário da nossa vida por Jesus Cristo.

Por Patrícia Nascimento

Confira a galeria de imagens [Aqui]


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *