Missionários da Comunidade Shalom em São Paulo
Shalom

15 anos de Shalom em São Paulo

Há 15 anos, a capital paulista ganhava casa de missão da Comunidade Católica Shalom.

Antes de fincar suas raízes no bairro de Perdizes, na capital paulista, os trabalhos de evangelização em São Paulo começaram em outras regiões da cidade. O primeiro deles foi na diocese de Santo Amaro, em 1997.

A chegada da Comunidade Católica Shalom nessa localidade e sua expansão sempre foram marcadas pela providência divina. Em 1998, D. Cláudio Hummes sai de Fortaleza, lugar onde a Comunidade Shalom nasceu, e se torna Cardeal Arcebispo de São Paulo. Desde essa época a Comunidade já nutria o sonho de ter uma casa de missão na região.

Três anos depois, em 2001, a primeira missão foi fundada na diocese de Guarulhos, que passou a abrigar os irmãos que eram dessa localidade mas frequentavam em Santo Amaro.

A obra começa a se expandir

Depois disso, a obra começa a se expandir. Em 2002, inicia-se na região Santana os grupos de Formação Básica (FB), que após um ano já contava com núcleo de professores que ministravam formações para várias turmas em paróquias.

No final de 2001 são nomeados novos bispos auxiliares para a Arquidiocese de São Paulo e um deles foi Dom Odilo Pedro Scherer, que no início de 2002 foi nomeado bispo auxiliar para a região de Santana. Sem ainda ter conhecimento do trabalho realizado pela Comunidade Shalom, o religioso convida Dil Bernardes, uma das alunas do grupo de FB da Comunidade, que era decoradora, para ajudá-lo com a capela de sua nova residência. Foi a partir daí que ela partilhou com ele sobre sua caminhada e falou dos grupos de formação e ele comentou que nunca tinha ouvido falar da Comunidade Shalom.

Joyce Martins, primeira responsável-local da Missão São Paulo, conta que, depois de Dom Odilo pedir por ícones da Sagrada Família para a sua nova capela, Dil comenta que a comunidade faz ícones. “Foi ai que ele pediu para convidar alguém da Comunidade para falar dos “ícones” e do curso de FB. Na ocasião, a visita foi feita pelo Messias, que era o RL de Santo Amaro, junto com vários outros irmãos da Comunidade de Vida”, lembra.

Foi justamente nesse momento que o Bispo Auxiliar de Santana despertou o interesse pela obra da Comunidade, fazendo com que ele pedisse aos seus membros para estarem mais presentes na região. Por conta disso, as ações e os cursos da comunidade começaram a expandir ainda mais na Zona Norte.

Em outro momento, numa reunião para o Clero em Santana, que contou com a presença de 60 sacerdotes, na hora em que os trabalhos de evangelização da obra estavam sendo apresentados, um padre levanta e diz que a comunidade precisava de uma casa em Santana. Dom Odilo endossa a ideia, toma a palavra e pergunta se algum padre teria em sua paróquia um lugar disponível. “E os frutos vieram. Em 2003 Dom Odilo com o consentimento de Dom Cláudio, arcebispo de São Paulo, escreve uma carta fazendo o pedido da fundação de uma casa na arquidiocese para a região de Santana. No início de 2004 chegavam os primeiros cinco missionários para a obra. Nesse mesmo ano, em 19 de março, Dom Odilo celebra a missa de fundação da obra Shalom em Santana”, conta Joyce.

Formação Básica e Vocacional

Nos dois primeiros anos são fortalecidos os trabalhos dos FBs, depois inicia o vocacional, os grupos de oração e os demais ministérios.

É em 2006 que a comunidade recebe como doação em contrato de comodato de um empresário, alcançado pelos cursos promovidos pelo Centro de Formação, um terreno no coração do bairro de Perdizes. A ideia inicial era fazer do local um centro de formação que abrangesse toda cidade de São Paulo. Em 22 de maio de 2007 o centro de Evangelização foi inaugurado na região. No ano seguinte, o local passa a coordenar também os trabalhos que eram realizados pelo Centro de Evangelização de Santana, passando a concentrar todos os trabalhos da comunidade dentro da capital paulista.

“Deus habita essa cidade”

“Um testemunho vivo da vontade divina, o prédio em Perdizes se tornou um belo centro de irradiação do carisma. A obra continuou também em Santana com grupos de oração e formação”, partilha a missionária que hoje mora em Roma. “Bendito seja Deus por todos os dons que nos deu, por cada missionário que passou por essa missão e deu sua vida por ela. Nosso agradecimento especial a Dom Odilo por ter acreditado no nosso carisma por ter sempre ter apoiado nossa comunidade como pai e pastor”.

Em 2019, a missão São Paulo comemora 15 anos de existência. É motivo de festa. De Norte a Sul a Comunidade Shalom vem trazendo a paz para essa cidade tão agitada. E os trabalhos só começaram. Uma certeza que todos aqueles que fazem parte hoje da obra trazem é a de que pouco ou nada ainda foi feito. E é, mergulhado na misericórdia que tanto realizou, que desejam prosseguir com o coração inflamado de amor para, junto com a igreja local, entoarem que “Deus habita essa cidade”!

Testemunho de uma das primeiras participantes

Por Valéria Rocha e Amanda Pereira


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *