Notícias

Missionário Shalom no Halleluya SP: entregando o que promete

MSH sempre deixa os fãs com gostinho de “quero mais”. E não foi diferente no festival Halleluya São Paulo. O trio subiu ao palco com a badalada “Eis-me Aqui” e foi impossível não sair bailando! Depois, vimos um mar de gente pulando ao som de hits conhecidos como “Estrangeiro Aqui” e “A santidade eu vou buscar”.  Foi eletrizante, do início ao fim.

Para o vocalista Guilherme Pontes, a força das artes e da música católica são grandes canais de evangelização. “É contribuir para que as pessoas se aproximem de Deus, para que vivam essa experiência”, disse. 

Entusiasmada por receber o Halleluya em casa, a vocalista Débora Pires, que vive no bairro de Perdizes, falou sobre a relevância do festival na cidade e, ainda, num espaço aberto e tão significativo como é o Largo da Batata.  “Estou certa de que Deus escolheu este lugar para manifestar a Santidade Dele em São Paulo”, comentou.

“A única certeza que tínhamos era: Deus sempre nos surpreende”, complementou o cantor Gustavo Osterno.

E eles também! Continuam quebrando tudo.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *