Igreja

Morre exorcista do Vaticano Gabriele Amorth

n3ybmkqormu0dibugufa2du0gcqxndj_gsty-pwmzighabkrgdih6cawaxaqul1qvbbmpm_hka5q2ynqegevwwmqomng

O homem que foi exorcista do Vaticano e da diocese de Roma, Gabriele Amorth, morreu aos 91 anos de idade, informou neste domingo a imprensa italiana citando fontes próximas a ele.

Ordenado sacerdote em 1954, foi ajudante durante vários anos do padre Candido Amantini, exorcista da Santa Sé, antes de sucedê-lo em 1990.

Neste momento, fundou a Associação Internacional de Exorcistas (AIE), que presidiu até sua aposentadoria com 75 anos em 2000. Esta associação conta hoje com 250 exorcistas de 30 países.

O exorcismo, ao qual Jesus recorreu, segundo a tradição do Evangelho, consiste em “expulsar os demônios”, forças do mal que “possuem” um pessoa.

Amorth foi autor de várias obras sobre o exorcismo, a última publicada em espanhol em 2012 sob o título “O último exorcista. Minha batalha contra Satanás”.

Segundo uma de seus editores, o padre Amorth teria realizado cerca de 160.000 exorcismos. Também colaborava como jornalista para a publicação “Famiglia Cristiana”.

O Vaticano reconheceu a AIE em 2014, dando seu apoio a uma prática que não é admitida nem apreciada por todos no seio da Igreja.

O papa Francisco evoca mais frequentemente que seus antecessores a presença nociva do “diabo”, o “demônio” ou “Satã” no mundo, e a necessidade de lutar de diferentes formas contra isso.

Na quarta-feira, em uma missa em homenagem ao padre francês Jacques Hamel, degolado em sua igreja em julho por extremistas, o papa afirmou que matar em nome de Deus é um ato “satânico”.

Fonte: Aleteia


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *