Formação

Não é suficiente saber que Deus existe, mas é preciso conhecê-Lo

Esta sexta-feira, D. Albert Marie, o.p., bispo de Meaux (França) e conselheiro espiritual da Fraternidade Católica de Comunidades de Aliança e Associações Carismáticas, dirigiu sua palavra aos participantes do 12º Congresso Mundial de Novas Comunidades, que acontece de 1 a 5 de novembro em Cachoeira Paulista (São Paulo), no Brasil.

O tema tratado por D. Albert foi a «formação espiritual e teológica» dos membros das novas comunidades. «Eu desejaria a partir da Bíblia mostrar para vocês por que é importante a formação» —disse, ao iniciar sua conferência—. Ao citar o trecho bíblico de Oséias 4, 1- 6, o bispo acrescentou que o «desconhecimento de Deus é a causa dos maiores crimes».

«Não é suficiente saber que Deus existe, —esclareceu— mas é preciso conhecê-Lo tal como Ele é no seu eterno poder, na sua natureza divina, na sua inteligência divina, no seu amor infinito, no esplendor de sua beleza.»

«Tem dois termos que vêm nos Evangelhos frequentemente: o verbo estudar, aprender, instruir-se. Nós somos discípulos de Jesus e devemos aprender com Ele» —acrescentou o prelado.

«E outro verbo que vem mais de cem vezes no Evangelho é o verbo ensinar. Jesus é o Mestre, Aquele que ensina» —continuou.

O bispo de Meaux ainda esclareceu que «a primeira obra de misericórdia de Jesus é ensinar. Ensinar é, portanto, a primeira missão de Jesus, Aquele que ensina». E lembrou que em um primeiro momento, o ensinamento era transmitido oralmente e os discípulos de Jesus aprendiam com Ele. «…os discípulos eram companheiros cotidianamente do Mestre, se deixavam formar por Ele no seu coração, na sua afetividade. Isso é viver na intimidade com Ele» —falou o Conselheiro espiritual da Fraternidade Católica de Comunidades de Aliança e Associações Carismáticas.

«Se quisermos crescer no amor de Jesus devemos conhecê-Lo sempre mais. Portanto, nós devemos aprender de Jesus. Quando Jesus disse ‘aprendam de mim que sou humilde e manso de coração’, Ele quer dizer aprendam sobre mim» —acrescentou.

O bispo lembrou também que «não podemos nos aprofundar na Palavra sem oração, e não podemos nutrir a nossa oração sem aprofundar na Palavra de Deus», e que «para anunciar a Cristo nós devemos conhecê-Lo, conhecer a Sua insondável riqueza, que devemos sem cessar aprender».

Por fim, D. Albert Marie deu um conselho aos participantes do Congresso das novas comunidades: «para formar-se procurem ir ao essencial; não percam o tempo de vocês com coisas acessórias e laterais. Nós temos pouco tempo e temos urgência no tempo para entrarmos sempre mais na comunhão com Jesus e fazer conhecer o Seu Evangelho.

Encerrou lembrando os participantes para lerem os documentos essenciais da Igreja, como os documentos do Concílio Vaticano II, de João Paulo II e Bento XVI, para ajudar a «crescer mais no amor», e ler os documentos dos grandes santos, permanecendo perto «daqueles que amam Jesus».


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *