Oração

Novena em honra a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Reze conosco!

No dia 27 de junho, é celebrada a Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, padroeira dos Padres Redentoristas e cujo ícone se encontra no altar principal da Igreja de Santo Afonso, muito perto da Basílica de Santa Maria Maior, em Roma.

Esta imagem recorda o cuidado da Virgem com Jesus, desde sua concepção até sua morte, e como hoje segue protegendo seus filhos que recorrem a Ela.

Atualmente, a devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro se expandiu por diversos lugares, construindo-se igrejas e santuários em sua honra. Seu retrato é conhecido e venerado em todas as partes do mundo.

A poucos dias dessa grande festa, os fiéis podem exercer sua devoção com muitas orações, entre as quais esta novena :

Preparação para todos os dias da novena

– Recolher-se em oração em casa ou numa igreja;

– Fazer o pedido da graça que tanto deseja alcançar;

– Rezar a oração de cada dia;

– Rezar um Pai-Nosso e três Ave-Marias;

– Praticar a boa obra de cada dia. Pode-se trocar por outra mais conveniente.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Primeiro dia

“Eis a tua mãe” (Jo 19,27)

Bondosa Mãe do Perpétuo Socorro, que experimentastes a angústia da vida, acolhei o meu pedido. Sois Mãe e tendes o desejo de socorrer a todos, aqui está alguém que é pecador, mas que recorre a vós.

• Boa obra: dar esmola a um pobre.

Segundo dia

“[…] meu espírito se alegra em Deus […]” (Lc 1,47)

Mãe do Perpétuo Socorro, ajudai-me a ser de Deus. Tudo passa como vento, Deus permanece. Quero ser d’Ele e, por isso, vos suplico: socorrei-me nessa vida, ajudai-me a não perder Deus nos sofrimentos e necessidades. Bondosa Mãe, aumentai a minha fé e confiança, socorrei-me com vosso amor.

• Boa obra: em casa, fazer o trabalho com amor.

Terceiro dia

“[…] seja feita a tua vontade […]” (Mt 6,10)

Bondosa Mãe, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, compreendestes e sempre fizestes o que Deus queria, afastai de mim a dureza do coração, o orgulho e o egoísmo. Ajudai-me, bondosa Mãe, a seguir a vontade de Deus e concedei-me a graça que vos peço.

• Boa obra: antes de dormir, agradecer a Deus por tudo o que aconteceu no dia.

Quarto dia

“[…] foi a mim que o fizestes!” (Mt 25,40)

Mãe de Jesus e minha mãe, dai-me um coração generoso para ajudar o próximo e misericordioso para perdoar sempre. Dai-me um coração humilde e manso para suportar suas fraquezas. Jesus disse que faço a Ele o que faço aos outros, por isso, ajudai-me a melhor amar Deus e meus irmãos. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, socorrei-me na graça que vos peço.

• Boa obra: dar algo ao pobre.

Quinto dia

“[…] eu estou ali, no meio deles.” (Mt 18,20)

Bondosa Mãe, como vivestes com Jesus e José em casa? Concedei-me amar meus irmãos e aceitar cada um no seu jeito de ser. Dai-nos a paz, compreensão, bondade e alegria para que o Espírito de Jesus permaneça conosco. Bondosa Mãe, pedi a Ele por nós.

• Boa obra: visitar alguém doente.

Sexto dia

“Vinde a mim, […] e eu vos darei descanso.” (Mt 11,28)

Pode a mãe esquecer seu filho? Sei, ó Maria, que não nos esqueceis, mas tenho medo de me esquecer de vós. Peço-vos nunca perder Deus nem a fé, e sempre confiar em vós. Ó Maria, feliz de quem vos conhece e a vós recorre como o filho à sua Mãe. Ajudai-me em minha prece.

• Boa obra: ir a uma igreja e rezar por alguém.

Sétimo dia

“Faça-se em mim segundo a tua palavra.” (Lc 1,38)

Maria, sempre fizestes tudo o que Deus vos pediu. Para que eu também seja assim, ajudai-me a ouvir a Palavra de Deus, a meditar, a ouvir o que Jesus ensinou. Atendei meu pedido nesta novena e não deixai que fique acomodado na vida.

• Boa obra: ler Lc 1,39-56.

Oitavo dia

“[…] olhou para a humildade de sua serva.” (Lc 1,48)

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, quantas vezes me torno orgulhoso, vaidoso, confiante nas coisas que passam. Tudo isso pode ocupar o lugar de Deus em meu coração. Maria, livrai-me desta tentação de trocar Deus pelas coisas da terra e descuidar da casa d’Ele em mim. Bondosa Mãe, socorrei-me com a graça de Jesus.

• Boa obra: ouvir e conversar, bondosamente, com um idoso ou uma pessoa difícil.

Nono dia

“Maria, porém, guardava todas as coisas, meditando-as no seu coração” (Lc 2,19).

Quantas vezes, ó Maria, meu coração fica triste, atribulado, cheio de dúvidas e angustiado. Isso acontece, porque não me recolho no silêncio da oração nem procuro ver o que Deus quer de mim. Não sei escutar o Senhor. Maria, peço-vos a graça de acreditar que Deus me ama sempre, mesmo na dor.

• Boa obra: passar o dia alegre e não se aborrecer.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *