Formação

O mês da Bíblia

APalavra de Deus está sempre ao alcance da mão e do coração de quemsegue a Deus. E por moção do Espírito Santo, a Palavra vaitransformando o coração das pessoas e moldando a comunidade cristã. Éclaro, supondo um coração aberto, como de discípulo diante do mestre. Oprofeta Jeremias fez uma experiência profunda: nas mãos de Deussentiu-se como um vaso de barro nas mãos do oleiro.

Asfamílias, os grupos e as comunidades que lêem a Bíblia de fatoprogridem na vivência do Evangelho, em unidade com a vontade de Deus ena comunhão fraterna. A Palavra meditada impulsiona as pessoas asuperar o pecado e o azedume, causando certa plenitude espiritual comuma aura de paz e de alegria.

É o encantamento espiritual, a força interior, a capacidade de passar imune pelas tentações que rodeiam as pessoas.

SãoFrancisco de Assis, um dos grandes revolucionários da humanidade,apregoava a vida fraterna em meio ao egoísmo; a vida em Deus, mesmo emmeio ao prurido da carne e do consumismo; a alegre adesão à vontade deDeus, vencendo o orgulho e a sede do poder. Quando se chega a umafraternidade assim, logo se capta o perfume do Evangelho.

Porpedagogia, destinamos o mês de setembro a conhecer a Bíblia. Aliás,primeiro a ter a Bíblia em casa. Depois, a lê-la diariamente. Aprendera meditá-la diante de Deus, num coração orante.

Afamília aprende a acolher de modo afável seus membros: os pais serelacionam de modo afetivo com os filhos, como Deus, com seu povo. Osfilhos, por sua vez, acolhem os pais de modo pacífico, criando umambiente sereno e alegre. É o encantamento da família.

É neste ambiente que germinam as vocações cristãs, que se alimentam ideais generosos e se superam obstáculos à felicidade.

Seja feliz! Conheça, leia e medite a Palavra de Deus.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *