Igreja

Papa Francisco chega a Moçambique

O Pontífice dá início à sua 31ª Viagem Apostólica. Avião papal aterrissou em Maputo.

O Papa Francisco já se encontra em território moçambicano. O avião da companhia de bandeira italiana chegou a Maputo, capital de Moçambique, às 18h07 (hora local) dando início à sua 31ª viagem apostólica, que o levará também a Madagascar e Maurício.

Depois de mais 10h30 de voo e de percorrer 7.836 quilômetros Francisco chegou à capital moçambicana. O avião papal sobrevoou, além da Itália, mais oito países: Grécia, Egito, Sudão, Sudão do Sul, Uganda, Tanzânia, Malauí e Zâmbia. 

No aeroporto, o Pontífice foi acolhido pelo presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, e pela primeira-dama. Duas crianças vestidas com trajes tradicionais ofereceram flores ao Papa. Presentes também um grupo de fiéis e demais autoridades civis e eclesiásticas.

Depois da execução dos hinos e das honras militares, houve a apresentação das delegações e a saudação aos bispos de Moçambique. Não teve discursos.

Do aeroporto, Francisco percorre mais 7 quilômetros de papamóvel até a nunciatura apostólica, onde pernoitará durante sua visita ao país.

As atividades oficiais do Papa terão início nesta quinta-feira, com a visita de cortesia ao presidente no palácio presidencial “Ponta Vermelha” e o encontro com as autoridades, com a sociedade civil e o corpo diplomático. 

O encontro com 12 migrantes

Antes de deixar sua residência, a Casa Santa Marta, o Papa recebeu 12 pessoas acolhidas pelo Centro Astalli e pela Comunidade de Santo Egídio, provenientes de Moçambique, Madagascar e Maurício. O grupo estava acompanhado pelo Esmoleiro, cardeal Konrad Krajewski.

Consolidar a reconciliação

Na manhã desta quarta-feira, com um tuíte, Francisco convidou os fiéis a se unirem a ele em oração, para que “Deus, Pai de todos, consolide em toda a África a reconciliação fraterna, única esperança para uma paz sólida e duradoura”. 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *