Pexels
Formação

Podcast: Chega de Sofrência

Agora vai…

Era cheio de contatinhos. Saia com um crush atrás do outro. No dia dos namorados, bateu aquela deprê… se sentiu realmente sozinho. Totalmente alone. Não queria compromisso sério com nenhuma delas, afinal os parças babavam quando contava das baladas e de como ele lacrava em meio aos inúmeros “ficas”. O boy se sentia o centro das atenções e assim foi construindo sua vida afetiva… repleto de nadas!

Sentia um enorme vazio na muralha de sua zona de conforto fortemente construída e recheada pelos “mozões” passageiros. Era inadmissível se imaginar com a mesma garota por mais de um mês. A fidelidade para ele era sinal de monotonia… Misericórdia!!!

Confira os áudios no final deste post

Seria doença? Traumas? Desordem afetiva? Percebia que nada partilhava de sua vida com alguém e que, de fato, suas dúvidas e medos eram como segredos que o atormentavam constantemente e o paralisava, mas não para fugir da ocasião do namoro. Era uma confusão interior preferindo permanecer na “friendzone”, se acostumando com a sofrência e com o medo de dar passos concretos. Se conhecer conhecendo o outro, em um relacionamento em que se aprende a amar.

Sem sentido de vida…

Conhece alguém assim, com medo de se relacionar e acomodado à espera de um milagre? Se sente assim, com medo de assumir um namoro, segundo a vontade de Deus, esperando que caia do céu um relacionamento pronto?

Para falar sobre esses assuntos e muito mais, Carmadelio Sousa em parceria com o @comshalom preparou uma sequência de podcast dando uma forcinha pra galera que precisa de um empurrãozinho.

Texto: Angela Barroso

Podcast: Carmadelio Sousa


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *