Unsplash
Formação

Podcast: Esse turu, turu, turu aqui dentro

Caminhada: uma proposta Shalom em vista do namoro

Férias! Tempo de se divertir, pegar um cineminha, marcar uma convivência e passar mais tempo grudado com a galera do grupo de oração ou da comunidade. Mês de Acamp’s e Halleluya. Conhecer gente nova. Juventude! Uma pizza na sexta, um UNO aqui, umas trocas de olhares ali e turu, turu, turu, meu frágil coração acelera o batimento.

Pois eh! E agora, o  que fazer com esse turu,turu,turu tatuado no peito? Disfarçar? Sair correndo, não seria a melhor opção,né? Pois as férias continuam, e você num vai querer ficar sozinho no canto curtindo uma paixão platônica. Começar logo um namoro de cara? Sei não… Um romance imprevisível metendo os pés pelas mãos, parece ser  pior ainda.

Para o “turu, turu, turu”  não ficar sem graça e nem muito atropelado, nós propomos algo novo para os membros consagrados e de grupos de oração. Mesmo “não tendo lógica nos livros”, esse tempo é  propício para entender melhor os movimentos interiores de cada um. Conhecido como Caminhada, essa fase se trata, não de um pré-namoro, mas de uma luz no processo do eventual namoro.

Em parceria com Carmadélio Sousa e, pra não deixar esse turu, turu, turu atormentar ainda mais você, preparamos uma serie de podcast sobre o assunto “Caminhada”. Não desista de entender e por favor não pare de respirar … Ouça os podcast! Procure ajuda. Nem que precise enviar os áudios pro seu coordenador do grupo de oração, seu formador pessoal ou para uma pessoa de sua confiança que, com certeza, vai auxiliar você a dar passos concretos na vontade de Deus.

Aaaah! Esse turu,turu,turu ,aqui dentro…

 

1. Caminhada: A proposta

 

2. Caminhada: O despertar

 

3. Caminhada : O discernimento

 

4. Caminhada: Afinidades e amizade

 

5. Caminhada: A Caminhada e quem sabe… o namoro

 

Podcast: Carmadélio Sousa

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Carmadélio,
    E se a pessoa não frequentar a comunidade, como é possível sendo que só um entende o processo do caminho?
    É possível apenas 1 na relação ir rezando com o acompanhador?
    Qual é a hora certa de ceder (beijo, namoro) com uma pessoa de fora do Shalom?
    Grata.

    1. Olá Carol, como dizemos nos áudios, a”caminhada” não funciona quando só um dos lados entende e aceita o processo.
      Sim, é possível apenas um ir rezando com seu acompanhador, NO PRIMEIRO MOMENTO, mas se for discernido a caminhada os dois precisam se envolver no processo
      A Hora de “ceder” é quando se está oficialmente namorando, não importa se a pessoa é ou não do Shalom. O “ceder” aqui corresponde às expressões de afeto correspondentes a um namoro casto.