Shalom

Por que o nome Shalom?

Mas você sabe por que Shalom e como se deu a escolha deste nome para a Comunidade?

Tchau mãe, tô indo pro Shalom! Amanhã tem missa no Shalom? Meu grupo de Oração é do Shalom. Participei de um retiro no Shalom, foi show! Sai da adoração e tomei um cafezinho na lanchonete do Shalom. Essa música é do Shalom, né? Fulano de tal é consagrado do Shalom. Shalom pra cá, Shalom pra lá… E assim vamos nos familiarizando (no masculino mesmo), quando queremos nos referir a Comunidade Católica Shalom em seus eventos, retiros, grupos de oração, centro de evangelização, livraria, consagrados, estilo de vida, carisma e tantas realidades vividas em todas as dimensão da Comunidade.

Mas você sabe por que Shalom e como se deu a escolha deste nome para a Comunidade? Ficou curioso? Então acompanhe a história desde seu início.

Tudo começou na verdade em 1972. É isso mesmo! Na época, D. Delgado, Arcebispo de Fortaleza, juntamente com seu bispo auxiliar Miguel Câmara, preocupados com a situação dos jovens na cidade, resolveram traçar um trabalho de evangelização com a juventude, através de encontros e grupos de oração. Para dar início ao movimento de Encontro de Jovens da Arquidiocese de Fortaleza, convocaram Irmão Maurício Labonté, missionário canadense da Congregação do Sagrado Coração.

Os encontros visavam despertar a fé nos jovens, com palestras sobre os valores do Evangelho. Jesus era apresentado como um amigo muito próximo. Jovens de colégios católicos e das paróquias da cidade participavam dos encontros de final de semana, onde a semente era jogada no coração de muitos, surgindo assim, grupos de jovens também em colégios e paróquias.

– E o que tem a ver toda essa história com o nome da Comunidade Shalom, pelo amor de Deus?

 

Quatro anos depois, em 1976, o jovem estudante Moysés Azevedo ao participar do encontro de jovens, tem seu encontro pessoal com Jesus. Tal encontro mudou radicalmente sua vida a ponto de assumir compromissos não só com a Igreja, mas com os jovens do Movimento da Arquidiocese e com o grupo de jovens do colégio que estudava. Na medida que o tempo ia passando, a experiência com o amor de Deus e a vivência do Evangelho foram se aprofundando principalmente depois da graça do Batismo no Espírito Santo na Renovação Carismática Católica (RCC), fortificando ainda mais a caminhada de vida de oração e atividade apostólica.

Em 1980, Moysés oferece de presente ao Papa João Paulo II, em visita a Fortaleza, cuidar da evangelização dos jovens abandonados. Com ardente desejo de evangelizar e de se comprometer ainda mais com Deus, com os outros, levando aos jovens a vida de Jesus e a experiência do Espírito, nasce a inspiração da lanchonete no coração do futuro fundador da Comunidade Shalom.

– Mas e o nome Shalom? Cadê?

Calma… Pois bem! Cada vez que Moysés ouvia o missionário canadense, Ir. Maurício, lembra? falar de um “Café Cristão” no Canadá, local este, em que casais evangelizavam jovens drogados em beira de estrada, seu coração inflamava interiormente e a cada dia se inspirava mais em fazer algo parecido para os jovens de Fortaleza.

Nos Escritos da Comunidade Católica Shalom o próprio fundador conta:

“Era sábado à noite. Estava em casa me aprontando para ir ao aniversário de um dos irmãos do grupo, quando a inspiração veio mais clara e mais forte ainda: AS COISAS DO MUNDO FUNCIONAM! POR QUE NÃO AS DE DEUS? SE ISSO VEM DE DEUS, POR QUE NÃO DARIA CERTO?”

– E aí… conta logo!

Ao chegar à festa, sem intenção nem coragem para partilhar nada com ninguém, ficou pensativo, o que chamou atenção de alguns amigos e partilhou sua ideia timidamente. A lanchonete foi o assunto do aniversário, todos falavam animadamente.

Em certa altura alguém perguntou: “Como será o nome?” Pego de surpresa, respondeu, sem pensar: “SHALOM! “ . Naquele momento o jovem Moysés não tinha a menor consciência do que o Senhor falava por sua boca e inspirava, com a palavra “Shalom” toda uma vocação.

“Quando o Senhor, na sua infinita providencia nos deu o nome Shalom para a Obra e a Comunidade que Ele iniciava, nunca poderíamos medir o alcance do que Ele nos queria falar… O nome Shalom não é um simples nome da Comunidade, mas encerra o desígnio de Deus a respeito do nosso chamado, da nossa vocação.” (Escritos)

– Foi de Deus, cara!

Da lanchonete, inaugurada em 09 de julho de 1982, com a presença do Arcebispo de Fortaleza D. Aloísio Lorscheider, nasceu também a Comunidade Católica Shalom com reconhecimento canônico dos Estatutos da Comunidade com status da Associação Privada de Fiéis, em caráter ad experimentum por um período de 07 anos realizado no dia 14 de abril de 1998 por D. Claudio Hummes o então Arcebispo de Fortaleza.

Hoje a Comunidade Católica Shalom é uma Associação Privada Internacional de Fieis, com personalidade jurídica, reconhecida pela Santa Sé com o decreto do dia 22 de fevereiro de 2007, junto ao então Pontifício Conselho para os Leigos (cujas competências e funções são atualmente assumidas pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida). Na mesma data, em 2012, seus estatutos tiveram sua aprovação definitiva.

A palavra “SHALOM” significa que a Paz da qual seus membros buscam ser ministros e discípulos é a plenitude da Paz, no sentido hebraico da palavra. Para a Comunidade Shalom, a Paz é Jesus!

E foram felizes no caminho de e para a felicidade rumo ao “para sempre”! Shalom!

 

Saiba mais sobre a história da Comunidade Shalom

Por sinal, como faço pra ser Shalom?


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *