Shalom

Pré-JMJ: O acolhimento das famílias na Costa Rica

Durante os dias em que viveram a semana missionária, os jovens foram acolhidos por famílias locais onde muito mais do que apenas um local para dormir e se alimentar, eles encontraram um verdadeiro lar.

A Costa Rica foi sede de 16 a 20 de janeiro das atividades que antecederam a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). As autoridades locais estimam que cerca de 45 mil peregrinos passaram pelo país a caminho do Panamá. Um pequeno país da América Central com pouco mais de 4 milhões de habitantes mas com uma riqueza muito especial em sua fauna e flora, e um coração gigantesco para acolher com todo amor e carinho os milhares de jovens a caminho da JMJ 2019, assim é a Costa Rica.

A Arquidiocese de San José foi uma das que acolheram os jovens. Entre as atividades realizadas pelos peregrinos, houve de tudo um pouco: passeio turístico como a visita ao Vulcão Irazú (vulcão ativo mais alto do país), como também muitos momentos de oração e contato com a fé local. O país que é em sua maior parte de um povo católico possui uma fiel devoção à Nossa Senhora dos Anjos, ao invés de pescadores, a imagem de Nossa Senhora apareceu diversas vezes para uma menina.

Experiência com as famílias

Durante os dias em que viveram a semana missionária, os jovens foram acolhidos por famílias locais onde muito mais do que apenas um local para dormir e se alimentar, eles encontraram um verdadeiro lar. Famílias que mesmo em meio a situações difíceis, de dor ou muito simples, não mediram esforços para oferecer o melhor para cada um de seus novos filhos.

Caio de Moraes Costa é da Paróquia Sagrada Família em São Bernardo do Campo e ficou muito conhecido na paróquia de San Juan Bautista em Patarrá. Por alguns desencontros, ele acabou ficando separado de seus amigos e partilha que foi a melhor coisa que lhe aconteceu, uma vez que foi muito bem acolhido pelo padre local, Reyner Castros Flores, e teve a oportunidade de interagir com outras pessoas e fazer novas amizades. “Deus sabe de todas as coisas e eu conheci muita gente de lugares diferentes. O pessoal da Costa Rica é muito acolhedor e eu não senti falta de nada estes dias”, conta.

Padre Reyner demonstrava a todo instante o seu grande carinho por este que foi um de seus filhos ao longo destes dias. A afinidade entre ambos era também visível a todos. A Paróquia de San Juan Bautista em Patarrá, acolheu cerca de 115 peregrinos brasileiros que deixaram o local muito mais verde e amarelo.

Um momento marcante para todos foi quando, na última quinta-feira, após um longo período de viagem (um dos grupos estava viajando a 48 horas), Padre Reyner estendeu a missa aguardando a chegada dos peregrinos para que todos juntos pudessem receber o Corpo Eucarístico.

“Foi uma semana cheia de alegria e entusiasmo, onde demonstramos nossa fé com gozo e alegria a nossas famílias pobres, as famílias da nossa comunidade”, conta Padre Reyner. “Para nós é uma grande alegria acolher esses jovens que estão em uma viagem tão longa rumo ao Panamá. A presença deles em nosso meio foi muito significativa para renovar a nossa fé”, completa.

A expressão que melhor define estes dias é: “Pura Vida”

Dias de muitas alegrias e troca de experiências, onde cada lado pode conhecer um pouco mais da cultura local. Entre essas experiências, destaca-se a celebração eucarística. João Quintanilha, missionário da Comunidade de Vida em Guarulhos, conta como foi sua experiência: “Deus me deu a graça de servir na música, o que posso dizer que é um grande presente porque pudemos mostrar um pouco mais da nossa cultura brasileira e litúrgica que é muito diferente entre os dois países. Tivemos a oportunidade de mostrar como manifestamos a nossa fé. Mais do que um músico acho que fui um agente da cultura brasileira aqui na Costa Rica e isso é uma grande alegria”.

Sem dúvida estes dias na Costa Rica deixaram marcas de eternidade no coração de cada um que se abriu para viver esta experiência e mais do que gratidão, a expressão que melhor define estes dias é: “Pura Vida”! O termo possui diversos significados, mas com frequência é utilizada para expressar alegria e bem estar deste povo humilde e gentil. Agora é o momento de seguir viagem para o ponto crucial: o grande encontro da juventude católica mundial no Panamá, junto com Papa Francisco. Hasta Luego!

Jéssica Maia


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *