Institucional

Promoção Humana Rio: É tempo de reestruturar

volta israelDepois de 19 anos no Rio de Janeiro, a Comunidade Shalom realiza reestruturação de seus projetos de Promoção Humana. Esse setor é a face da evangelização daqueles que sofrem chagas sociais, como a dependência química, e atende também idosos que não tem contato com familiares. Os projetos desenvolvidos hoje são: Volta Israel, que assiste homens adictos em uma comunidade terapêutica em Bangu, zona oeste do Rio, e o asilo Sagrados Corações, que abriga idosas em Vigário Geral.

O secretário de Promoção Humana do Shalom no Rio, Jorge Luiz Jartas, explica que o projeto de reestruturação deve ocorrer nas dimensões física e espiritual. A Comunidade começou a traçar estratégia de divulgação interna. No eventos, são feitas apresentações e a equipe de Promoção Humana anima a participação de todos. Há também os eventos voltados ao público externo, como o Arraiá da Vovozinha, e os almoços beneficentes mensais. Nesses, já foram atingidas cerca de 500 pessoas. Há ainda projetos de ampliação do atendimento em Bangu, onde atualmente residem cinco internos. O objetivo é chegar ao final do ano com no mínimo dez residentes.

Volta Israel

Para atingir a meta de ampliar o Volta Israel, são realizadas triagens em dois dias na semana, no Centro de Evangelização no Catete. Três pessoas estão dedicadas a esse atendimento. “Estas pessoas são treinadas para exercer esta função de uma forma correta, crescendo e produzindo frutos para a comunidade”, explica Jorge Luiz.

Ele reconhece que o projeto pode correr o risco de cair no assistencialismo. “Essa não é a proposta do cristianismo diante das necessidades da humanidade, porém não podemos dar as costas ao homem e mulher que sofrem hoje, vítimas de tantos flagelos sociais”, afirma.

O secretário diz ainda que para não deixar de atender aqueles que procuram as casas, estão estreitando laços de amizade e participação com a arquidiocese por meio do Vicariato da Caridade Social. “Assim, teremos acesso e comunicação com outras comunidades e movimentos que realizam também obras de promoção humana, interagindo a fim de dar o melhor para os necessitados”.

>Ele adianta que um outro projeto refere-se a ampliar a estrutura física. “Temos plantas baixa e projetos de arquitetura para ampliarmos nossa estrutura física, onde depois de finalizado, poderemos acolher até 30 residentes com dignidade e conforto, proporcionando assim uma chance maior de resgate do ser humano das mãos do demônio”, diz. “Estamos na fase de apresentação do projeto na Arquidiocese”. A previsão é finalizar em cinco anos. Para ele, um sinal da vontade de Deus para este projeto foi a doação de material de construção. “Foi como Deus dizendo: ‘Vão em frente que estou convosco”. Esta foi uma das motivações que nos impulsionou a levar adiante o projeto, que devo lembrar ainda é um embrião”.

Asilo

>idoso asiloPara o asilo de vigário Geral, as expectativas são grandes. “Estamos sendo avaliados pelo Ministério Público, e recebemos a visita da procuradora. Ela mostrou-se favorável à continuidade de nosso trabalho, porém muita coisa precisa ser feita, entre elas está a poda das árvores com custo aproximado de R$ 5 mil, legalização do Corpo de Bombeiros, reforma dos banheiros. Este último já orçado e o custo ficou em cerca de R$ 15 mil”. Como se vê, são grandes os desafios. “Mas Deus é maior”, afirma.

Outra grande ação em andamento é a implantação de uma “rotina hospitalar”. Esta rotina será coordenada por um profissional da área de saúde. Será criado um sistema em que todas as informações das idosas serão armazenadas em um só local, e todos os envolvidos no processo de saúde terão acesso para melhor realizar os procedimentos necessários no atendimento individual

Em breve, será aberto o projeto do voluntariado, o que facilitará o atendimento e reduzirá o custo operacional.

Vida Quero Mais

O projeto “Vida Quero Mais” trata da prevenção do uso de drogas. Será feito um planejamento para inseri-lo nos setores da Comunidade Shalom. Entre os jovens, nas apresentações artísticas, em várias oportunidades o projeto ganhará espaço.

>Mãe das Dores

O projeto Mãe das Dores é um pedido do arcebispo do Rio, mas ainda não implatado. Trata-se de iniciarmos um grupo de oração em locais de detenção de menores infratores. “Estamos nos preprarando em vista do zelo pelas pessoas que serão atingidas”, afirma.

SERVIÇO:

Endereço de triagem: Centro de Evangelização Shalom, Rua Bento Lisboa, 112, Catete

Telefone da casa de Triagem: 3253-4831 (falar com Deivid)
Telefone da casa de Bangu: 2402-1310
Telefone do Asilo: 3451-8293

Para mais informações sobre nossas atividades ou sobre o Shalom no Rio:
sitewww.comshalom.org/rio
face www.facebook.com/shalomrio
fone: (21)98110.7575

confira-também


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *