Shalom

“São 18 anos de semeadura, de esperança, de paz, de colheita”

Eram sementes, eram seis irmãos. Eram os primeiros, aqueles por quem temos respeito, carinho e gratidão. Aqueles que experimentaram a secura do cerrado, a poeira de uma fundação, o labor dos primeiros dias, dos primeiros anos. O “fazer-tudo-sempre” pelo Reino, para saciar o coração daqueles que eram os Amigos do Shalom.
 
No salão da paróquia, na casa de São José Operário, sob a bênção de Nossa Senhora Aparecida. Não, eu não estava lá. Sou fruto. Fruto de uma terra com pouca água, que passa por queimadas a cada ano. De vegetação destruída; vira cinzas, mas ressurge à primeira chuva. São 18 anos. 18 anos de semeadura, de esperança, de paz, de colheita. De eventos, noites de massas, acampamentos, festas juninas e celebrações. De vigílias, células, de fins de semana completamente ofertados, sacrificados, frutificados… Como somos gratos!
 
Ana Paula, Simone, Fernando, Nil, Cristiane e Cassia, a vida de vocês ainda gera frutos em Brasília. As lágrimas, o sangue que bombeou paz, conversão e felicidade nesta terra. Por vocês, obrigada! 
 
Quantos passaram por aqui, quantos derramaram lágrimas, suor, serviço. Quantos deixaram aqui as marcas de seus joelhos, quantos já deixaram saudade, eternidade, amor. 
 
E aqui seguimos, em tempo de oferta, reconciliação, recomeço. Pela cruz e pela ressurreição, nos colocamos novamente com o coração de iniciantes, daqueles que têm a plena certeza de que só nos resta o recomeçar, e nos colocar em marcha. Porque se achamos que já caminhamos muito, não compreendemos ainda a beleza do mistério pascal de Cristo.
 
Ele faz novas todas as coisas. E renova o nosso amor e vigor, faz brilhar sobre nós – precários instrumentos – a Sua Glória. 
 
“Comecemos, irmãos, pois até agora, pouco ou nada fizemos!” – São Francisco de Assis
 
Parabéns, irmãos!
 
Narlla S. Bessoni
Consagrada da Comunidade de Aliança

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *