Shalom

Se for para ajudar o Shalom, eu dou!

Conheça a história do Josenildo, o ‘Paraíba’, um morador de rua que superou as barreiras da pobreza e hoje é parte da história do Shalom Santo Amaro!

“No pobre, Jesus bate à porta do nosso coração e, sedento, pede-nos amor”, essas são as palavras do Santo Padre, o Papa Francisco, ao portal católico de notícias, o Vatican Insider. Essencialmente, as palavras do Sumo Pontífice são brasa ardente no coração da Igreja, e fazendo parte desse Corpo Santo, a Comunidade Católica Shalom ouve com atenção esse brado, que nada mais é que a voz do Cristo que fala à humanidade.

No Shalom Santo Amaro, Jacqueline Ramos, conhecida como “Jacque”, é aquela que desde 1997, quando ingressou na Comunidade de Vida, em Fortaleza- CE, de onde é natural, respondeu ao seu chamado a uma vida totalmente ofertada por aqueles que são os filhos prediletos do Senhor: os pobres.

A missionária relata que desde seu postulantado, em Macapá, trabalha com as pessoas em situação de vulnerabilidade social, nas ações da Promoção Humana realizadas pela Comunidade Shalom. Em 2011, quando foi transferida para Santo Amaro, na Zona Sul de São Paulo, se deparou com algo totalmente novo. “Aqui nossa situação é muito desafiadora, pois temos uma grande população. Muitos precisam de ajuda, mas, infelizmente, ainda não temos o espaço e a equipe necessária para acolher a esses irmãos e suas necessidades”, relata Jacque.

Entre as diversas ações realizadas pelos voluntários, estão as abordagens de rua, que nada mais são que ações de saída para a doação de alimentos, roupas, cobertores e produtos de higiene pessoal, além da realização de momentos de oração e aconselhamento. “Nas ruas nós encontramos pessoas das mais diversas realidades. Desde moradores de rua até homens e mulheres que estão buscando doações por conta do desemprego. Mas, com certeza, o que mais vemos são os usuários de álcool e outras drogas”, partilhou a missionária.

Jacque, que já conta com 22 anos de vida missionária, relatou com emoção uma de suas maiores experiências com um irmão e amigo (como costuma chamá-los) durante uma abordagem de rua realizada na região central de Santo Amaro. “Ele se chama Josenildo, seu apelido é ‘Paraíba’, e eu o conheço desde 2014, quando começamos as ações na região. Ele já participou do retiro para moradores de rua que realizamos e foi encaminhado para recuperação algumas vezes. Por isso, ele gosta muito da Comunidade, sendo sempre muito aberto para receber nossas orações e conversar com a gente”.

O episódio em especial, aconteceu no dia 9 de julho, no aniversário da Vocação Shalom, quando Jacqueline e mais alguns voluntários da Promoção Humana saíram para distribuição de cobertores e, tendo encontrado Josenildo, descobriram que ele iria dali para um ponto de venda de drogas. “Na hora, eu expliquei o mal que aquilo lhe faria e, brincando, falei sobre a campanha de arrecadação que estamos fazendo para a compra do nosso Centro de Evangelização. Na hora, ele me deu o dinheiro que tinha dizendo ‘Se for para ajudar o Shalom, eu dou!’. Ele contribuiu com a nossa campanha, e com muita alegria.”

Renan Silva


Serviço:

A campanha O Shalom é Nosso está sendo promovida pela Comunidade Católica Shalom, na Dioscese de Santo Amaro em vista da aquisição total do Centro de Evangelização localizado na região de Interlagos, no bairro do Jardim Satélite ll. Assim como o Josenildo, todos são chamados a doar e, dessa forma, colaborar com a obra de Deus que se manifesta através do Carisma Shalom. As doações podem ser feitas pessoalmente no Centro de Evangelização ou com depósitos bancários.

Para participar da campanha, entre em contato através do e-mail campanhasantoamaro@comshalom.org ou dos telefones (11) 5668-6324 / 96469-8142.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *