Sem Categoria

“Senti que precisava viver somente para Deus”

Ana Ligia caminho da pazChamo-me Ana Ligia, participei do grupo de iniciantes por algum tempo e logo depois fiz o Seminário de Vida no Espírito Santo, no Shalom, em Fortaleza. Para uma pessoa pra quem as missas de domingo já eram cansativas, posso dizer que ganhei uma nova vida através da experiência com o amor de Deus neste encontro, um amor que preenchia todos os vazios do meu coração, um amor que aos poucos foi inflamando o meu coração. Pude perceber que eu estava completamente cheia de amor, um amor autentico, único, verdadeiro, que não dava para explicar e tudo aquilo já me bastava, eu já podia dizer que eu era, sim, a jovem mais feliz do mundo.

Mas no decorrer do tempo, comecei a frequentar o grupo de oração e comecei a trilhar realmente um caminho de paz, um caminho em que só conseguia ver amor. No mundo não encontrava a paz, mas o meu coração estava em Deus e já me bastava. Claro que tinham as dificuldades, mas a voz de Deus sempre gritava mais alto e, com o passar do tempo, fui mergulhando nesse amor e percebendo que tudo o que eu sentia de felicidade era só o começo, Deus ainda iria fazer muito, foi quando o nosso grupo começou a trilhar o Caminho da Paz na fase Kerigma.

Posso dizer que eu não tive só a experiência com o amor de Deus só no seminário, mas, sim, a cada dia que eu fazia o meu Estudo Bíblico (Enchei-vos), a cada dia eu queria rezar mais. Tinha uma sede muito grande por Deus e a cada dia uma experiência nova com o amor de Deus. A cada dia tinha algo novo que Deus colocava em meu coração e na minha vida. Assim fui deixando para trás as minhas vontades e fazendo somente o que era Vontade de Deus, e cada vez mas meu coração ia se exultando na presença de Deus.

Um momento muito forte na caminhada foi o batismo no Espírito no final da fase Kerigma. Nessa época, eu passava por vários momentos difíceis na caminhada, tinha momentos até que eu pensava em desistir. Achava que não iria suportar tudo e que Deus era muito pra mim. As coisas do mundo vinham me atraindo muito e tentações queriam me roubar. O mundo querendo que eu voltasse a ele novamente. Passava dias e noites chorando queria desistir da caminhada, mas o Pai nunca quer perder seu filho. Neste momento do meu grupo vieram duas jovens rezar por mim e de repente tive uma experiência de repouso no Espirito. Vi Jesus todo de branco vindo ao meu encontro, levantando-me do chão e me dizendo: “Filha, fecha os teus olhos e não escuta o mundo. Apenas olha para mim e ouve a minha voz, porque eu grito pelo teu nome”. Eu senti que precisava esquecer o mundo que tanto me perturbava e viver somente para Deus.

Uma graça do Caminho da Paz são os acompanhamentos. Tive vários e percebi que o pastor sempre conhece suas ovelhas. A voz da minha carne sempre queria que eu batesse de frente com meus pastores, mas no final eu sempre ouvia a voz de Deus. Com isso, Deus foi modificando minhas vontades, meus desejos, e a cada momento o Senhor vinha me fazendo entender que eu precisava a cada dia contemplar minha vida ao lado de Cristo, aos pés da Cruz. Jesus ali do meu lado como o meu melhor amigo foi me preparando, me moldando para ser luz para o mundo, luz para as nações.

E hoje eu sou feliz demais, encontrei o perfeito amor, esse amor que transforma a minha vida a cada dia e tem me dado a sede de Deus. Viver por amor que me consome e me faz a cada dia buscar o que vem do céu: a santidade. Quero que a cada dia eu possa me doar, me apaixonar sempre pelo amado Jesus Cristo. Que este amor que sinto hoje por Jesus fique em meu coração para sempre e que eu possa sempre com o meu SIM, e com minha vida exalar este amor para toda a humanidade! SHALOM!

Ana Ligia

Membro da Obra Shalom em Fortaleza – CE


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *