Shalom

Simplicidade e amor

Era um domingo com manhã de sol. À tarde, caiu uma forte chuva – como acontece diariamente no inverno amazônico em Belém. Entretanto, este era o dia onde muitos encontrariam a esperança, e outros, encontrariam o amor. 

Algumas pessoas haviam preparado um evento para convidados especiais. A céu aberto. Mas a chuva imprevista atrapalhou. Desespero. Preocupação. Mesmo assim, notam que havia uma tenda bem simples no mesmo ambiente. Prepara-se tudo novamente, com mais simplicidade para aquele povo – e fora do que havia sido planejado. Não havia som, nem luz, mas havia muito empenho e amor. Era o Amor que movia os corações naquele lugar, pois Ele mesmo prepara-se para nascer em meio aos seus prediletos.

Uma missa no meio da praça. Um padre com pés quase descalços. “Alegrai-vos, meus irmãos” ele dizia com grande entusiasmo e brilho nos olhos. Cânticos litúrgicos de advento – cantados sem microfone, na simplicidade própria deste tempo. Tudo preparado com carinho para aquele povo: os prediletos de Deus. Os pobres. Como era lindo vê-los tão felizes e cheios de esperança.

Nada fizemos. Apenas amamos. Acreditamos que muitas vezes só lhes falta amor. Os amamos como podíamos: doando a nós mesmos. Neste fim de advento, levamos os prediletos de Deus a terem esperança no menino irá nascer. Vinde, Senhor Jesus!

Comunicação Shalom – Belém


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *